Artigos

Conheça os museus da Revolução de 1932

Comments (41)
  1. Neuza Guerreiro de Carvalho disse:

    Embora não me ligue muito em pesquisas sobre essa revolução – acho mais importante para a cidade a revolução de 24 – conhecer detalhes dessa época sempre amplia conhecimentos.
    Sou leitora assídua de seus textos.

    1. luiz pellegrino disse:

      Te GARANTO QUE PRA QUEM LUTOU E MORREU ESSA REVOLUÇÃO FOI MUITO IMPORTÂNTE; PARA AMBOS OS LADOS!!!!

    2. Antonio Prado disse:

      Prezada Senhora
      A revolução de 1924 foi dos tenentes e foi carioca.
      Comunista.
      A de 1932 foi dos paulistas que queriam do ditador Getulio Vargas uma Constituição.
      Por essa razão, vale a de 32 e não a de 24.
      Antonio A Prado

      1. Antonio as duas foram trágicas e importantes para São Paulo, não se valoriza uma memória depreciando a outra. Não é ? Abraços

        1. Olinda Barros disse:

          Oi, Douglas. Meu pai foi ex-combatente na Revolução de 32, Sebastião Saturnino de Barros, e eu preciso muito de alguma informação que possa constar o nome dele. Tenho uma xerox do Diário Oficial de 22.10.1968, mas não consigo original. Pode me ajudarde alguma forma? Obrigada.,

      2. Regina Helena Gronau disse:

        A Revolução de 1924 foi paulista (não carioca). A Revolta Paulista de 1924, também chamada de a Revolução Esquecida, a Revolução do Isidoro ou de “Segundo 5 de julho”, foi a segunda Revolta Tenentista e maior conflito bélico já ocorrido na cidade de São Paulo. (fonte: Wikipedia)

  2. Pedro Paulo Penna Trindade disse:

    Douglas

    Parabéns pelo excelente trabalho que o blog São Paulo Abandonada & Antiga vem apresentando, onde relata-nos fatos e lugares de interesse sócio/cultural, além de divulgar parte da nossa história pátria, num pleno exercício de cidadania! Fico feliz em ver a divulgação que você está fazendo dos museus que contam e preservam a memória do valoroso Movimento Constitucionalista de 1932, que não só serve para ensinar e dar exemplo às novas gerações, como também para ressaltar o patriotismo dos que lutaram em prol de uma constituinte. Foi a maior revolução que o Brasil teve em todos os tempos de sua história e até hoje simboliza a grandeza, o brio e a dignidade de um povo que tem sede de liberdade e justiça!

    Pedro Paulo Penna Trindade

    1. Liana Leporace disse:

      Douglas, estou pesquisando por documentos que comprovem que meu pai (Vicente Leporace) lutou na Revolução de 32. Voce sabe de alguma coisa, fotos, documentos, qualquer coisa?

      1. Olinda Barros disse:

        Oi, Liana. Estou na mesma situação faz 2 anos, você conseguiu alguma coisa? Se sim, gostaria de obter alguma dica. Obrigada.

  3. Wilson Natale disse:

    Douglas,
    Se você puder, vá conhecer o Museu do Tribunal de Justiça, no palacete da Rua Conde de Sarzedas. No subsolo há uma ampla sala com documentos, fotos, relíquias da Revolução Constitucionalista de 1932. E a visita é grtuíta.
    Abração,

    WILSON NATALE

    1. rosangela salgado disse:

      obrigado pois tenho orgulho de ser descendente de um deles…obrigado pelos seu comentário

    2. marcos ferreira johas disse:

      Ai Douglas obrigado, estou tentando fazer o levantamento de meu pai Mauro de Oliveira Johas como combatente em 32

  4. MAGALÍ BARROS DE OLIVEIRA disse:

    PREZADO DOUGLAS NASCIMENTO,

    PARABÉNS! FICOU EXCELENTE A MATÉRIA SOBRE A GALERIA JORGE MANCINI – AFPESP.
    9 DE JULHO – DATA ESSA, QUE NÓS PAULISTANOS, JAMAIS PODEMOS ESQUECER…A LUTA DOS BRAVOS HERÓIS DA REVOLUÇÃO DE 32, QUE DESEJAVAM A DERRUBADA DO GOVERNO PROVISÓRIO DE GETÚLIO VARGAS, COMO TAMBÉM, UMA NOVA CONSTITUIÇÃO, QUE FELIZMENTE EM 1934 SURGIU.
    VISITEM A GALERIA JORGE MANCINI – RUA VENCESLAU BRÁS 206 – SÉ – SÃO PAULO.
    MAGALÍ BARROS DE OLIVEIRA – COORDENADORA DE EDUACAÇÃO E CULTURA – AFPESP – OBRIGADA!

  5. Ediney Prado disse:

    E eu que, arquiteto, me vanglorio de conhecer a cidade e sus museus!! Nunca soube da existência destes locais!! Muitíssimo obrigado por me dar a chance de resgatar estas valiosas informações!!

  6. Paulo Amadei disse:

    Infeliz esse seu comentário,Sra Neusa Guerreiro de Carvalho.
    Informe-se melhor sobre a história de S.Paulo e do Brasil e o que nos levou a Revolução de 1932 .

    1. Reforço o comentário da Sra. Neusa Guerreiro de Carvalho: enquanto há toda uma propaganda em torno da “Revolução de 1932”, a “Revolução de Isidoro” foi praticamente esquecida, tanto que é confundida como movimento de outra cidade…

  7. clodoaldo disse:

    Olá amigo gostaria de me conta quitar com alguém que conheça e saiba me falar das obras em nu de Vicente caruso e seus valores hoje no mercado suponho eu que a obra que tenho seja demais ou menos 1845 agradeço deste já .
    UM abraço
    clodoaldo

    1. maria disse:

      Oi clodoaldo, recebeste resposta a tua pergunta? Fiquei curiosa, pois tbem tenho um quadro pintado por V.Caruso. Obrigado

  8. Chris disse:

    9 de julho! Parabéns aos paulistanos, parabéns para mim… pois, além de ser paulistana, 9 de julho é meu aniversário.
    Ah, sim! Parabéns pelo Blog… simplesmente, fantástico!

  9. Chris disse:

    Errata: Parabéns a todos os PAULISTAS!

  10. Theodorico A. Bessa Fº disse:

    Parabens!
    Não fazia idéia de tais museus. Só agora eu só soube de existência ao procurar, pela internet, a quem destinar objetos relativos à revolução de 32.
    Sou filho de quem comandou a colocação de um canhão sobre um vagão de estrada de ferro. Pelo que tenho, escutei de meu pai que o canhão foi retirado do Forte de Itaipú. Para despistar, em seu lugar foi colocado um tronco de madeira. O trabalho de colocação do Canhão foi feito em Osacao na então existente SOMA – Cia. Sorocanbana de Matrial Ferroriário, empresa não ligada à empresa ferroviária Sorocabana. Tenho fotografia de uma capsula do canhão. Meu pai fez outros trabalhos ligados à revolução. Não morreu em um acidente havido em Osaco, por ter ficado doente o que o fez ficar em casa. Morando em Vila Pompeia, escutou o ruido da explosão. Oportunamente farei as doaões.

    1. Eric Apolinario disse:

      Olá! Gostaria de falar sobre seu pai e a Revolução

  11. Olá. Referências sobre o pintor Vicente Caruso podem ser obtidas em http://www.pintorescaruso.com.br .
    Obrigado.

  12. celso aluisio Graminha disse:

    por favor alguem tem informacoes sobre as maiores batalhas que ocorreram durante a Rev.32?

    Foi realmente em Cachoeira Paulista ou foi em Buri? Existem relatorios sobre numero de baixas, equipamentos utilizados? Parece que na frente de Cachoeira Paulista houve ate bateria antiaerea, confere esta informacao?

    Aguardo contato

  13. Strider disse:

    Acho que o Museu Paulista (Ipiranga) também dedica uma sala à Revoluçao de 1932. Me lembro de uma peça de morteiro com o tubo quebrado, capacetes, bandeiras, muniçao de artilharia.

  14. Marcia Santos disse:

    Todos nós descendentes da Revolução de 1932, deveríamos sempre fazer uma justa homenagem de gratidão a todos que dela participou; recordo de relatos de meus avós, das dificuldades materiais e do sofrimento que muitas pessoas vivenciaram naquela época de intensos conflitos políticos.

  15. Fredson disse:

    Gostaria de estar doando um livro do tenente coronel. Paes de Andrade
    Noções de topografia de campanha. De 1927.

    1. Carlos Vinícius disse:

      Conseguiu doar ?

      Gostei muito da pagina, sou militar e estou cursando o técnico em museologia, adoro a historia militar paulista. Pena que esta sendo esquecida, não ensinam na escola o que é uma pena pois é rica.
      Obraços

  16. Elaine A. Menotti disse:

    Engraçado que ninguém comentou sobre os museus em Itapira, palco importante da revolução… apesar de não estar localizado na cidade de São Paulo, é parte importante nesta história.

  17. José Carlos Ferraz Semmler disse:

    Pouco se comenta a respeito da Revolta Paulista, que estourou em 5 de julho de 1924. Consta que foi o maior conflito armado na cidade de São Paulo, caraterizando-se por ser uma Revolta tenentista, liderada pelo general Isidoro Dias Lopes e tinha o objetivo de tirar do poder o presidente Artur Bernardes.
    http://www.historiabrasileira.com/brasil-republica/revolta-paulista-de-1924/

  18. marcos ferreira johas disse:

    gostaria de poder fazer um levantamento sobre meu pai Mauro de Oliveira Johas ex combatente do batalhão pães lemes , tenho um manuscrito do que seria um livro que nunca foi terminado, sera que o museu tem enteresse.

  19. Luiz Henrique de Souza Alineri disse:

    Para a pergunta do sr. Clodoaldo,apertem tela “SAP”…

    1. marcos ferreira johas disse:

      poderia me ajudar a fazer o levantamento de mauro de oliveira johas ex combatente batalhão Paes lemes revolução de 1932

  20. Fiquei emocionado ao ler estas páginas sobre a Revolução Constitucionalista .Sou filho de ex-combatente e muito orgulhoso disto.
    Sempre quis saber detalhes dos acontecimentos,mas meu pai,com certa
    razão esquivava-se de maiores comentários.,com certeza por ter presen-
    ciado fatos horríveis que ocorrem em um combate,mesmo estando prepa-
    rado para tudo.Meu pai combateu na frente mineira(traidores de ultima hora) ,nos pegaram pela retaguarda! Transferido mais tarde participou da terrível batalha do Tunel.(quem esteve lá sabe o que quero dizer..Voltou
    depois do fim das hostilidades para Ribeirão Preto onde partiu junto com
    seu regimento no dia 10 de julho(Batalhão Marcondes Salgado).
    NAO FALTOU A CORAGEM ! TALVES UM POUCO DE COLABORAÇÃO.
    COMPAREÇO TODOS OS ANOS NA SOLENIDADE JUNTO AO OBELISCO NO IBIRAPUERA EM LEMBRANÇA A MEU PAI E A TODOS QUE COM
    BRAVURA DEFENDERAM UM IDEAL.e VISITO O MAUSOLÉU TAMBÉM.
    UM ABRAÇO A TODOS OS EX.QUE LEREM ESTE TEXTO.

    NELSON CASTALDELI–SÃO PAULO-CAPITAL.

  21. Rodolpho Neto disse:

    O Que mais gosto de Ver é Espirito de Honrra e Virilidade Paulista que tentou se Livrar do Jugo Varguista mesmo entrando em Guerra Civil Gosto de Ver Armas Usadas as Fardas a tão conhecida Matraca São Paulo é mais que um Estado é um Pais

    1. Pedro Sales disse:

      É isso aí Rodolpho! Nunca podemos deixar morrer esse sentimento que fez SP ser o único estado a se rebelar com o ditador Vargas. Temos honra, história e pujança! Não me considero brasileiro, e sim um nativo da Pátria Paulista! Viva 32!

Deixe uma resposta

Publicidade:

SP ANTIGOS

Nosso Instagram: @saopauloantiga