Artigos

Coronel Schmidt, O Rei do Café

Comments (12)
  1. ernani Nocciolini disse:

    Avenida Paulista, muito linda até o final dos anos 50.
    Infelizmente está detonada. Virou um corredor de carros e de fumaça.

  2. Ricardo Santos disse:

    Que história sensacional!!Parece que viajo no tempo!!Parabéns pela reportagem Leandro Guidini!!

  3. Catarina Jane Staniscia Galli disse:

    Sou apaixonada pelas histórias de São Paulo e o Império gerado pelo café !! As mansões da Paulista e os Paulista quatrocentões!! Adorei!!

  4. Leonardo Veras disse:

    Para quem gostou dessa história e quer saber mais, é só visitar o Museu do Café localizado dentro do Campus USP Ribeirão Preto ( Antiga fazenda monte alegre) , encontra-se prédios da fazenda, maquinários entre outros.

  5. marianacarolinadossantos disse:

    sou mineira mas apaixonada por coisas antigas .E uma bela historia.

  6. Paulo da Silva disse:

    Muito boa “viagem” através dos tempos, espetacular conhecer um pouco de história, que não é só de São Paulo e sim do Brasil!!.

  7. Rodolpho Neto disse:

    Sou um Paulistano de 33 anos se existisse uma maquina do tempo para que eu depois de entrar nela fosse parar no Inicio do Seculo 20 entre 1900 1910 pode ter certeza não iri querer voltar

  8. Rogério Baldini disse:

    Leandro antes de ser desapropriada para ser a USP, a fazenda passou a ser colégio agrícola criado pelo Getúlio vargas, essa é a historia contada no museu do café que fica em um anexo da sede da Fazenda Monte alegre que ainda guarda a história do Rei do cafe, como a moeda que foi cunhada para pagamento dos funcionários das fazendas, onde o funcionario usava suas moedas para comprar nas vendas do schmidt .

  9. Guilherme Schmidt Netto disse:

    Leandro, excelente reportagem. O Francisco Schmidt eh meu bisavo. Meu pai cresceu na fazenda Monte Alegre, e me passou algumas historias da vida na fazenda.
    O meu avo, Guilherme Schmidt, era um dos filhos do Francisco e irmão mais novo do tio Jacob.
    obrigado pela reportagem.

  10. Nilton F. Bovo disse:

    Sr. Leandro,conheço um pouco da historia do Cel. Francisco Shimidt,nasci e vivo em São Paulo mas minha família é de Rib. Preto e meus antepassados respeitavam muito o Cel Shimidt,já estive na casa do Sr. Shimidt que hoje é o Museu do café em Ribeirao Preto. Foi um fascinante prazer ler seu trabalho.

    Parabens !!!

    1. Nilton F. Bovo disse:

      Corrigindo : SCHMIDT.

      Perdão !

Deixe uma resposta

Publicidade:

SP ANTIGOS

Nosso Instagram: @saopauloantiga
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.