Destaques

Desinfectório Central

Comments (7)
  1. Marisa disse:

    Bom saber,pois sempre que olhava para esse prédio via ali uma antiga escola…Não pergunte porque, mas era o que pensava.

  2. Marcelo Martinez Calusa disse:

    Muito legal essa matéria ilustrada como sempre com belíssimas fotos ! Trabalho na Barra Funda tão próximo do Bom Retiro e não conhecia essa construção ! Parabéns Douglas e equipe do SPa…abraços !

  3. Adriano Matos disse:

    Muito bom conhecer um pouco mais da história da cidade ! Obrigado pela matéria !

  4. Rosana Garcia disse:

    Adoro história aliada a conhecimento de saúde pública, melhor ainda. Vou agilizar uma visita a esse local que me pareceu maravilhoso e que eu uma paulistana da gema não conhecia.

  5. Arthur Leal Gavino disse:

    Parabéns pelo seu trabalho Douglas. Não conhecia essa história do prédio mas, meu avô, entre os anos 50 e 70 e meu tio, entre os anos 60 e 80, trabalharam como motoristas nesta repartição pública. Meu avô como motorista de ambulância, transportava ao Hospital Emílio Ribas e muitos outros hospitais, recém construídos na época do Governo de Adhemar de Barros, em todo estado de São Paulo, muitos pacientes com doenças de notificação compulsória. Daí também saíam, carros para atender o antigo palácio do governo nos campos elísios na Avenida Rio Branco. Já meu Tio, vivenciou uma situação diferente, como você citou, pois o prédio teve destino de garagem dos carros oficiais que serviam a Secretaria do Estado de Saúde do Estado de São Paulo, transportando o secretário de saúde e assessores, assim como pesquisadores, médicos e outros que trabalhavam no Instituto Adolfo Lutz principalmente; assim como outras autarquias do complexo Hospital das Clínicas e Faculdade de Medicina da USP e Faculdade de Saúde Pública. Muitas vezes fui em festas de final de ano, onde as famílias dos funcionários participavam e lá era organizada exposição de carros e caminhões antigos, que serviram aquela divisão de transporte e como você disse, hoje viraram museu. Era muito divertido conhecer tudo aquilo e colegas de trabalho de meu avô e meu tio, almoçar uma saborosa feijoada que o cozinheiro, conhecido como “Bolão” preparava para os funcionários. Boa lembrança de minha infância, bom saber que se perpetuou em museu. Hoje moro em Jundiaí, qualquer dia darei uma passada lá. Obrigado Douglas, pelo seu trabalho e pelo momento de recordação que me proporcionou.

  6. Ana Clara Buquetti disse:

    Que lindo !!! Amo amo amo essas contruçoes antigas de minha Sampa

Deixe uma resposta

Publicidade:

SP ANTIGOS

Nosso Instagram: @saopauloantiga
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.