Texto e fotos atualizados em 03/05/2013

Crédito: Leandro Guidini - Clique na foto para ampliar.

Finalmente restaurada – Foto: Leandro Guidini – Clique para ampliar.

Inaugurada em 1914, a quase centenária estação ferroviária de Luiz Carlos está ocalizada no município de Guararema. A antiga estação atendia o pequeno distrito local composto de pouco mais de duas ruas.

Entre 1914 e 1975 a estação pertenceu a Central do Brasil e entre 1975 e 1996 pertenceu a RFFSA. Desde 1998 a linha é operada (somente para cargas) pela MRS.

Estação finalmente foi recuperada:

Depois de anos em agonia e sofrendo com a indefinição pela recuperação do espaço, a Estação de Luiz Carlos foi finalmente recuperada e entregue totalmente restaurada. Existe um projeto de trem turístico em andamento e em breve teremos ainda mais novidades. A imagem abaixo mostra como era a estação ferroviária antes do restauro.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

A pequena e pouco conhecida Luiz Carlos poderá ser agora um excelente atrativo turístico com a estação recuperada. O vilarejo é um local bastante interessante e vale um passeio. No passado, o local foi palco de gravação de filmes do Mazzaroppi.

Saiba mais sobre Luiz Carlos no site Estações Ferroviárias.

Veja mais algumas imagens da estação restaurada:
Crédito: Leandro Guidini

Crédito: Leandro Guidini

Crédito: Leandro Guidini

Crédito: Leandro Guidini

Veja como era a estação antes do restauro (clique para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Bruno Sanches 30/05/2010 at 14:40

    apenas um detalhe, a linha é operada pela MRS desde 1996, não ficou no vacuo entre 1996 e 1998.

    Outro detalhe, apesar da linha ser operada pela MRS, as estações e construções não são, poucos meses após a pritização a MRS (e praticamente todas ferrovias do país) devolveram a união (RFFSA) todos os imóveis que não iriam utilizar e certamente essa estação esta no pacote, ou seja, a responsabilidade por ela é da união.

    Se existe o convênio entre a prefeitura e a MRS me parece que a prefeitura então solicitou doação ou comprou o imóvel da união, que passa então a ser de responsabilidade dela.

    T+

    Reply
  • Gisleine de Rezende Zarbietti 29/08/2010 at 16:20

    Por favor,trabalho em um jornal e gostaria obter mais informações sobre a Estação de Luiz Carlos, principalmente sobre o fato de ela ter sido cenário para filmes de Mazzaroppi. Aguardo um retorno, ou a indicação de um nome para que possa entrar em contato.

    Agradeço a atenção,

    Reply
    • joão 16/10/2010 at 22:51

      nunca foi feito filme do mazzaropi!!!!
      foramfeitos no distrito outros filmes: Gregório 38, Gregório voltar para matar, sangue em Santa Maria, etc…
      João – Guararema – 11 7556 7193

      Reply
      • Fabiula 13/06/2011 at 15:04

        Boa tarde João. Tentei lhe falar ao celular mas da direto cx. postal. Quer dizer então que o Mazzaropi nunca filmou no bairro Luiz Carlos? Se puder, gostaria de obter mais esclarecimentos sobre o assunto. Grata Fabiula

        Reply
      • Vera Lucia Leite 03/11/2012 at 23:19

        Isso mesmo João esses filmes foram feitos lá mais ou menos nos anos 66a 68 com participação do meu pai cenas rodadas na praça em frente a igreja e outras no sítio do Sr Miro (Argemiro de Souza Melo)os atores eram Alex Prado,Rosana Mondin inclusive pequena participação do Jose Mogica Marins(Zé do Caixão)meu pai faleceu em julho desse ano vi em seu guardados pedaços das cenas do filme Gregorio 38.bjs

        Reply
    • neusa barboza 02/08/2012 at 11:16

      Bom dia,morei no bairro de Luis Carlos até o ano passado,mas ainda tenho residencia lá.Nunca ouvi falar sobre filmagens locais,mas a estação já foi reformada e em breve funcionará o trem turístico que irá até o centro da cidade e esperamos ir mais além,poi a região é maravilhosa,o bairro tbm foi tombado,as casas desapropriadas e passando por uma gigantesca reformas das casinhas e calçamento,num trabalho excelente em conjunto com a prefeitura local.
      Não vejo a hora de voltar a morar lá,a cidade é um encanto,a administração muito boa,enfim um lugar ideal para se viver,passear e criar os filhos.
      Vale a pena visitar,qualquer ajuda me procure pelo e-mail.

      Reply
      • cleide de souza 22/09/2012 at 21:04

        presciso falarcom vc

        Reply
      • Vera Lucia Leite 03/11/2012 at 23:10

        Neusa houve filmagem sim mais ou menos em 1968 filme rodado na praça e no sítio do SR Miro (Argemiro de Souza Melo) o qual deu nome a rua.
        O filme foi Gregorio 38 o qual meu pai fez parte o Gregorio era Alex Prado. Tambem morei em Luiz Carlos nos anos 58e 59 voltei para SP idade escolar mas passei varias férias lá no sitio do Sr Miro e dona Maria fui criada com os filho deles.
        Ainda temos sitio lá proximo ao sobradão.
        A casa que morei é proxima a igreja era a casa mais bonita da época hoje reformada está linda .bjs

        Reply
  • joão 16/10/2010 at 22:54

    a respeito bda restauração da estação, ,depois de dez anos a Prefeitura obteve a posse da estação de Luis Carlos, o conselho municipal de patrimonio, tombou o prédio e este esta em fase final do processo e em breve ela estará totalmente restaurada

    Reply
  • Gilberto 16/11/2010 at 13:31

    Hoje a MRS opera nas linhas ferroviarias,mas não quer dizer que ainda não podemos recuperar nossa rffsa.Pois quem comprou a rffsa,não comprou o Brasil.Nosso país é imenso,temos muitos lugares para reconstituir nossa rffsa.Podemos reconstitui-la com metros,trens elétricos,trens balas e para reservar nosso patrimônio as antigas maria-fumaças.Nosso país é imenso.

    Reply
    • Antonio José Carvalho 17/04/2011 at 21:13

      Prezado Gilberto

      Compartilho da sua opinião que a MRS Logística apenas tem a concessão do trecho , não comprou a RFFSA e muito menos o nosso Brasil . Porém este pessoal age como se de fato fosse o dono de tudo , pois não tem a menor consideração pela população do entorno da ferrovia . Como exemplo , não tomam as devidas medidas protetivas nas passagens de nível e acidentes fatais já aconteceram . Aqui em Sabaúna a estação foi recuperada pelo esforço da população , porém as corridas regulares do trem turístico até agora não se materializaram e um dos maiores obstáculos é a MRS . Por sua vez a ANTT , como todas as demais agências reguladoras do governo , coloca-se sempre ao lado das concessionárias do que da população . Que objeto misterioso atrai tanto estes funcionários do governo para o lado da iniciativa privada em detrimento do povo ? Até uma criança tem resposta para esta pergunta .

      Reply
  • Dylan 22/05/2012 at 10:26

    conheço bem esta estação ela recebeu trem de passageiros ate 1982 o chamado mistinho que fazia a ligaçao entre MOGI DAS CRUZES e SAO JOSE DOS CAMPOS, utilizei muito este trem que era composto de 03 carros/vagoes e 01 locomotiva ALCO esse trem fazia a rota diariamente indo na parte da manha p/ SJC e retornando na parte da tarde p/ MC, tinha boa aceitação para a população lindeira que era desprovida de recursos p/ viajar nos onibus que faziam o mesmo o percurso e cobravam o olho da cara nas passagens, quando da sua desativação fez muita falta para muita gente.

    Reply
  • MILTON 29/09/2012 at 22:07

    Meus caros, realmente é uma vergonha o descaso de autoridades e mesmo do povo paulista e brasileiro com relação a sua história, dói o coração não haver um trabalho de preservação do setor público. Cadê a nossa história, lógico vai morrendo com os imóveis e morte do pessoal antigo e desta forma fica um vazio muito grande em nossos corações; de outro lado é inacreditável também o que fizeram com a nossa ferrovia em todo país, em total abandono impede um maior crescimento de nossos país com os governos federal e estaduais que sempre trabalharam na contra mão da história, fico triste pois sou paulistano da Penha e fui ferroviário por 32 anos trabalhando na RFFSA,CBTU e CPTM. Que DEUS ilumine a cabeça de todos para que a partir daí clareiam vossos olhos e corram atrás desta histórias maravilhosas, como exemplo do trabalho São Paulo antiga, que apesar da grandeza deste estado, muito pouco está registrado.Abraços.

    Reply
  • Milyton Tavares Cardoso 10/10/2012 at 09:53

    Tantos as pessoas como ex-efetivo da ferroviária, hoje aposentados, reclama do descaso da ferroviária pelo governantes e no entanto não sabem q o povão pode reagir, mas, a desgraça maior é q oceano humano acha q o patrimonial ferroviário é do governo de uma forma como q custeado com recursos do próprio igualzinho a pessoa q compra um carro ou uma casa e tem autoridade de posse, no ddizer: É MEU. Meu Deus, q oceano humano bucéfalo! Desconjuro, mais por fora q nem arco de barril. Eu é q não vouu reagir sozinho, tem q ter o mar.

    Reply
  • kelly 30/04/2013 at 11:53

    a estação já foi restaurada 🙂 http://www.estacoesferroviarias.com.br/l/luizcarlos.htm

    Reply
  • Douglas Nascimento 03/05/2013 at 13:28

    A Estação foi restaurada. Voltem no artigo e confiram como ela ficou.

    Reply
    • Anamar 28/01/2017 at 02:59

      Oi Douglas,

      Atualmente a Vila Estação Luís Carlos está toda restaurada, com passeio de Maria Fumaça que sai da estação de Guararema, restaurantes, comércio. Uma graça! Vale o passeio! 🙂

      https://www.facebook.com/vilaestacaoluiscarlos/

      Reply
      • Douglas Nascimento 28/01/2017 at 11:17

        Sim, ficou lindo! Vou sempre para Guararema

        Reply
  • Nando Ferraz 04/05/2013 at 01:47

    Lindo.
    Parabéns!
    Isto mostra nossa história, mas como aqui poucos a preservam…Temos que valorizar os que possuem o dom de reconstruir lindos prédios, instalações…

    Reply
  • sonia maria da silva 19/06/2013 at 19:05

    conhesço esta cidade.muito tranquila..amei está lá.pessoal muito ospitaleiro.conhesso pessoal do sitio são jorge.familia da norma rodrigues..sobrinhos rose e fabio.

    Reply
    • Meire Rodrigues 24/10/2014 at 11:08

      Sonia cade vc?o Fábio morreu faz 8 anos!!!!!Venha nos visitar estamos aguardado!!!!bj

      Reply
  • Emerson de Faria 05/07/2014 at 13:53

    Com a reformulação da frota da CPTM, estuda-se colocar os antigos trens que ainda operam as linhas 11 Coral e 12 Safira numa extensão até Guararema, reativando as estações César de Souza, Sabaúna, Luiz Carlos e Guararema. A pergunta que não quer calar é: haveria demanda para justificar o investimento? De acordo com o censo de 2010, Guararema tem uma população de 25.844 habitantes, e o grosso dos usuários da Linha 11 concentram-se de Suzano em diante rumo à capital.

    Reply
  • Emerson de Faria 05/07/2014 at 14:12

    Com a renovação da frota das linhas 11 Coral e 12 Safira, estuda-se ampliar a linha 11 até Guararema, reativando-se as estações César de Souza, Luiz Carlos, Sabaúna e Guararema, usando no trecho a frota de trens antigos que para lá seriam realocados. A pergunta que não quer calar é: haveria demanda para tamanho investimento? De acordo com o censo de 2010 Guararema possui apenas 25844 habitantes, e o grosso do volume de usuários da linha 11 encontra-se de Suzano em diante rumo à capital.

    Reply
  • Meire Rodrigues 24/10/2014 at 11:15

    AJGUEM PODE TENTAR FAZER ALGUMA COISA PELA ESTAÇÃO DE CACHOEIRA PAULISTA,A MAIOR ESTAÇÃO DO VALE DO PARAIBA?

    Reply
  • Rosemeire 15/01/2015 at 14:31

    Deixo aqui o meu pedido de socorro as autoridades competentes em nome da Estação Ferroviária de Cachoeira Paulista,a maior do vale do Paraiba
    SP

    Reply
  • Guararema e Luis Carlos | Monolito Nimbus 17/11/2015 at 06:00

    […] Distante 7 km da estação Guararema por linha de trem está a Estação Luis Carlos, pertencente ao distrito de mesmo nome do município de Guararema. Foi aberta em 1914, tendo seu nome derivado de Dr. Luiz Carlos da Fonseca, chefe do 2º distrito da Central, além de escritor e poeta. A Estação serviu de cenário para a gravação de quatro filmes: duas produções de faroeste do pistoleiro Gregório (“Gregório 38” e “Gregório volta para matar”), “Sangue em Santa Maria” e o drama rural “O Menino Jornaleiro” com a participação da dupla caipira Tonico e Tinoco – não foram rodados filmes do Mazzaropi. […]

    Reply
%d blogueiros gostam disto: