Imóveis Antigos

Estação Rodrigues Alves

Comments (13)
  1. Como sempre, é uma vergonha o descaso das autoridades, da população, etc etc etc… papo já mais do que manjado

  2. William MR disse:

    Otimas fotos, é o brasil largou de mão as estradas de ferro….é muito triste, estão jogando a nossa história fora!

    1. Fábio disse:

      O problema não é só a estação, some-se também os centenas de milhares de km de trilhos abandonados pela ALL e outras empresas… dinheiro público jogado no lixo…

      Já conversei com moradores, vizinhos de várias estações, diziam que na época da RFFSA todos os trilhos e estações eram tratados de maneira impecável. Inclusive, haviam funcionários para podar a grama, ou o capim, que crescia ao redor dos trilhos. Agora… quem conhece a situação da rede pós-ALL sabe que o negócio tá feio, pra não falar outra coisa…

  3. messias disse:

    caro Ralph, ha muito tempo tento entrar em contato contigo,mas não cvonsigo, espero q seja desta vez, tenho algumas imformações para vc, em sua página sobre estações, aqui em mato grosso do sul, vc diz sobre mario dutra, não haver mais trilhos,mas a única estação q não possui trilhos é somente a central, pois em mario dutra ainda tem uma ponta da antiga linha principal q a liga de indubrasil ao km 903, (transporte de combustível)e a outra ponta, lagoa rica a manoel brandão(armazéns de soja) ainda funcionam,espero tê-lo ajudado.

  4. Karin Peixoto disse:

    Priemeiramente parabéns pelo site, tenho paixão pela São Paulo antiga.
    Segundo, chorei ao ver as fotos. Aos poucos nossa identidade vai se apagando dando lugar aos grande empreendimentos capitalistas.
    Um país sem historia é um país sem dono, onde todos fazem o que querem e como querem.
    há um descaso das autoridades públicas? sim há! porém tanto quanto as mesmas somos nós o povo culpado por tais descasos. Deixamos nossa sede de dinheiro falar mais alto.
    Como pode um povo protestar sem conhecimento de sua propria hitória ou origem?
    Depois ficamos surpriendidos com a velha Europa que tem cada pedaço de sua existencia preservada; sendo que aqui poderiamos ter muitas maravilhas preservadas também.
    Viva o avanço da tecnologia, viva as construções rodoviarias para nossos potentes carrões, viva os Shoppings, viva os condominios de Luxo (que principalmente no bairro da Mooca onde nasci) tomam conta de todo espaço aprisionando com um sençassão falsa de segurança, sua nova classe media.

  5. Eunice disse:

    moro muito perto dessa fazenda,posso comprovar com certeza que a destruicao esta acabando com o nosso patrimonio historico tenho muitas fotos,de vez em quando vamos visitar Rodrigues Alves e regiao onde minha mae morou e muito triste e descepcionante!!!

  6. Guilhermino disse:

    Me deu uma dor no coração, trabalhei na Fepasa e algumas vezes ia “dar folga” nessa estação, ela ainda funcionava e estava relativamente preservada, o chefe morava na casa anexa, na casa em frente morava um manobrista, e o armazém era lotado de sacas de açucar, mais adiante haviam casas abandonadas da época em que ali era um grande entreposto. Para chegar até lá descia à noite na rodovia e pegava uma estrada asfaltada à pé uns 3km até a vila da fazenda próxima da estação onde havia um prédio de uma Pharmacia. Nessa vila moravam várias pessoas e de manhã passava um onibus que me levava até são Manuel….

  7. Marisa disse:

    Realemte presenciar o site da São Paulo Antiga..é uma viagem no tempo..um prazer imenso!
    Douglas..mais uma vez te parabenizo pelo trabalho..além de ter que conformar com tamanho descaso..
    Mais este seu trabalho ao mesmo tempo que fará muita gente desconformada..fará muita gente viajar no tempo..o melhor..de graça!
    Um abraço!

  8. Josué Rocha disse:

    Meu pai era aposentado da extinta Fepasa,lembro-me quando levava almoço para ele na estação de Adamantina,era um movimento na estação!!,trem chegando e saindo,vários trens de carga movimentavam os trilhos daquele lugar,os vagões de passageiros eram de madeira porém confortáveis,o tempo passou a população ficou de cabelo branco e não mais pagavam passagens e o go$ver$no$$ achou por bem acabar com esse meio de transporte formidável q ficou na lembrança de muita gente.

  9. maria cristina de barros lorenzetti disse:

    Rever a Estação de Rodrigues Alves me causou uma volta ao passado, quando estudei na escola daquele lugar. Ali fiz o antigo primário, o catecismo e tomei muitas injeções naquela “pharmácia” . Quantas saudades!

  10. mario lucio estevam disse:

    maria cristina tambem tomei varias injeçoes naquela pharmacia q saudades

  11. Emerson de Faria disse:

    E pensar que há cerca de 20 anos tínhamos uma formidável e extensa rede de trens de passageiros ligando praticamente o estado inteiro. Por ser um serviço naturalmente deficitário, a CPTM deveria estudar uma maneira de reativar estas linhas que seriam ainda hoje muito úteis à população.

  12. Paulo Roberto Solano disse:

    Morei neste lugar muitos anos. Estudei com a Maria Cristina e seu irmão Cesar . Eles vinham para a escola de charrete Quanta saudade. Meu pai tinha uma oficina de ferreiro. Existia uma agência dos correios, farmácia, armazém, era bem movimentado o lugar. O farmacêutico chamava-se Domingos Bergamasco e ainda vive felizmente. Quantas brincadeiras, pescarias, travessuras. Que bom que eu vivi neste lugar.

Deixe uma resposta

Publicidade:

SP ANTIGOS

Nosso Instagram: @saopauloantiga
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.