Imóveis Antigos

Galpão Industrial – Rua John Harrison

Comments (9)
  1. Andréia disse:

    Talvez uma fábrica de velas …

  2. william lima disse:

    Bom,em uma parte, na foto 3 da pra ver que funcionou uma assistencia técnica de lavadoras…

  3. Jandira disse:

    Passava sempre pelo local, me lembro de uma fábrica de velas

  4. Daniel disse:

    Passo sempre por essa região…tem imoveis bem antigos e
    a forte demanda por emprendimentos esta demolindo a Historia arquitetonica da região,,

  5. Ericson disse:

    Seguinte. A fábrica de velas era colada a este imovel, na rua John Harrison, mas foi desativada e agora lá funciona a Transbank. Só uma parte desta foto da Rua John Harrison pertencia a ela, o restante era uma assistência técnica e se eu não me engano tinha também uma oficina. Na esquina tinha uma porta que levava ao andar superior, que todo ele era residência. Do lado da Dom João V eram várias casas, que iam até esse outro galpão abandonado que você citou, onde funcionava uma loja que vendia Cama, Mesa e Banho. A maior do terreno,da esquina as casas até esse outro galpão era da, hoje, CPTM, e há uns 10 anos foi todo murado.

  6. Juliana disse:

    Olá,
    Você conseguiu algum contato sobre esse galpão?

  7. ivan hawrysz disse:

    a parte que fica na john harrison era antiga fabrica de velas , acho da marca santa maria. e a parte que fica na D, joão V com gago coutinho era da pinceis tigre.Eu era garoto, morava na tordesilhas mas ia brincar por aí, tinha amigos de infancia.Lembro muito bem.entre as duas fabricas havia algumas residencias, anos 50/60

  8. Claudio M. disse:

    O imóvel da John harrison agora se encontra vazio, pois as empresas Transbank e Prossegur que o ocupavam mudaram suas oficinas para outro lugar em janeiro de 2013. Há rumores de que a Seguradora Porto Seguro o tenha adquirido.
    Quanto ao imóvel da Rua Dom João, era uma tecelagem focada em roupas de cama, mesa e banho, e até hoje continua abandonado, chegou a ser invadido em 2009, sendo rapidamente desocupado.
    Ambos oferecem risco aos pedestres, pois de vez em quando caem na calçada, pedaços de seu reboco.
    Moro em frente desde 2007.

  9. Gilberto Alves disse:

    Conheço este imóvel desde 1987, morei na Vila Hamburguesa durante 16 anos e sempre passava de ônibus neste corredor que tem um aspecto de abandono. Amo a região da Lapa, estou morando na minha terra NATAL CAETANOS-B/A. Mas sinto muita saudade desse bairro. E o casarão se não me engano, era uma fabrica de velas.

Deixe uma resposta

Publicidade:

SP ANTIGOS

Nosso Instagram: @saopauloantiga