Localizado na rua Cônego Valadão, no bairro de Vila Augusta, na vizinha cidade de Guarulhos, o Hospital Menino Jesus é mais um grande exemplo de abandono na área da saúde pública.

Fotos: Douglas Nascimento

A área do hospital (vide mapa) não é pequena, e ocupa um quarteirão inteiro. O local até meados da década de 70 foi um colégio de freiras. Vendido tornou-se este hospital que, com altos e baixos seguiu funcionando até o início desta década quando, enfim, fechou suas portas definitivamente.

Os moradores vizinhos não se cansam de reclamar deste imenso elefante branco que tornou-se a área do antigo hospital. As calçadas deste imóvel abandonado tornaram-se depósitos de lixo, pessoas chegam de outros bairros e param seus carros nas esquinas desta construção para deixar lixo, entulho e móveis velhos. Nestas mesmas calçadas do hospital também crescem o mato e , como se isso já não bastasse, seus muros começam a apresentar rachaduras e infiltrações.

Os moradores do entorno criticam a situação de abandondo em que se encontra o hospital Menino Jesus e reclamam que seus proprietários deveriam reabrir o hospital ou vender a área, pois com o local vazio e abandonado este trecho do bairro tornou-se desértico e perigoso, além de desvalorizado.

ATUALIZAÇÃO: 22/09/2010

O antigo hospital Menino Jesus já não existe mais. O que já tinha muito tempo que era um hospital abandonado, tornou-se um terreno vazio. Tudo foi demolido para que em breve mais um conjunto de torres seja erguido no local.

Guarulhos tem poucos hospitais e optaram por derrubar mais um ao invés de reformá-lo. As ruas em volta do antigo hospitais são estreitas e já não acomodam mais o trânsito local, imaginem como ficará esta região com as novas torres que serão erguidas ali ? Para que planejamento não é mesmo ? E o esgoto ? Bem a cidade de Guarulhos não trata quase nada do seu esgoto, então tanto faz. Afinal esgoto fica debaixo da terra e não dá voto.

As fotos da demolição estão logo abaixo das fotos do hospital ainda em pé.

Veja fotos deste imóvel (antes da demolição):

Veja fotos deste imóvel (após a demolição – 08/08/2010):

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Antonio Madela 22/09/2009 at 18:53

    Moro na Rua Maurício de Oliveira. Tivemos muitas brigas, inclusive na Polícia e na Prefeitura, quanto à sugeira desse hospital. Na verdade, o quarteirão abriga dois hospitais. O Menino Jesus,tem entrada pela Rua Cônego Valadão. O Prédio com entrada pela Rua Itapegica era o Hospital “Cosmos” ou “Kosmos”, que seira uma maternidade. A retirada de lixo do Hospital Menino Jesus era de arrepiaros cabelos, tanto era o desleixo. Não sei se o fechamento nos é favorável pelo risco de tornar-se refúgio de invasores. Durante as tempestades, de minha casa ouço o bater de portas pela ventania. Temos vagas informações que a venda do imóvel está obstada por causa da contaminação do solo. O que será? Não sabemos.

    Reply
  • Francisco 03/10/2009 at 09:39

    Me chamou atenção este hospital, não é à toa que está fechado e neste estado. Alguma coisa muito séria deve ter acontecido por lá. Uma contaminação biológica ou química grave, deve ser a causa do abandono.

    Encontrei na internet informações interessantes de 11/03/2009, no site:

    http://www.aceguarulhos.com.br/content.php?m=20090311105158

    Eu como advogado, aconselharia o morador da vizinhança ou região, a se organizar em comissão de moradores que se sentem prejudicados com o abandono do hospital e suas possíveis causas, a procurarem o Ministério Público de Guarulhos, na pessoa do Promotor de Justiça, Curador do Meio Ambiente, para ele prestar algum esclarecimento, pois é bem possível que a área esteja interditada pelo Promotor do Meio Ambiente, por uma TAC (Termo de Ajuste de Conduta), com o fim de corrigir o problema na área.

    Eu procuraria o Ministério Público para pedir à ele, caso não exista uma TAC, para pedir que promova alguma providência legal junto ao Governo do Estado, que é proprietário do imóvel, para que este tomar as providências cabíveis, e isto é um direito da população que se vê prejudicada, bem como é um ordenamento jurídico do Direito de Vizinhança. Abraços à todos.

    Reply
  • Daniel 01/05/2010 at 01:57

    isso me faz lembrar o caso do hospital lazzarotto, de porto alegre, recentemente demolido…

    Reply
  • Mônica Jenifer Rodrigues Ribeiro da Costa 11/05/2010 at 00:24

    Boa noite!Eu conheci o hospital Menino Jesus,inclusive fui operada neste recinto.Foi muito triste saber que o lugar não está mais ativo para o uso da população,porque o ponto que chamava atenção era justamente o Hospital Menino Jesus.

    Reply
  • Rafael 10/08/2010 at 23:43

    O hospital foi começou a ser demolido a uns 10 dias atrás , não passei recentemente por lá mas acredito que já não tenha mais nada de pé pelo ritmo que estava a demolição foi tudo muito rápido.

    Reply
  • Angela 20/09/2010 at 15:56

    Passei enfrente ao Local Sabado dia 18/09/2010..E no local nao ha mais nada apenas um terreno limpo cercado por tapumes… Triste ..mas mereceu este fim ..pois nunca prestou…

    Reply
  • Simone 25/09/2010 at 13:19

    Alguém sabe se alguma construtora comprou o terreno? Qual?

    Reply
  • Marck 29/09/2010 at 17:35

    Realmente a demolição foi muito rápida, hoje 29/09/2010 não ha mais nada além de entulho. Tambem gostaria de saber qual seria a construtora e como seria este empreendimento.

    Reply
  • Luis Eduardo 23/11/2010 at 13:58

    Coincidentemente, essa semana passei em frente ao hospital onde eu nasci, Hospital Santo Antonio do Tucuruvi, na Avenida Julio Buono, em São Paulo/Capital. O prédio já estava abandonado há uns 5 anos ou mais, com placas de vende-se.
    Qual não foi a minha surpresa em ver o local em que nasci derrubado e no lugar um grande aterro que receberá uma torre. Na frente, até uma banquinha com uma corretora.
    Não pude conter algumas lágrimas.

    Reply
    • fernanda 04/01/2012 at 01:19

      É Luis Eduardo, também passei em frente e fiquei mto triste, tbm nasci neste hospital, morei praticamente em frente a 10 anos atrás quando ainda estava em funcionamento, cheguei a levar meus filhos para atendimento, e hj o hospital não existe mais, é mto triste pois ele tinha imformações prciosas sobre minha vida, das quais agora não posso mais obter,

      Reply
  • Mônica Jenifer Rodirgues Ribeiro da Costa 23/07/2011 at 18:28

    Foi muito triste saber que este hospital teve que fechar as portas. pois não sei porque , mas me dá uma vontade de chorar. Outro dia , estava na vila Galvão, quando saí de uma loja de artigos espíritas e fui direto para lá. Sem lembrar a direção que poderia encontrá-lo, perguntei a um moço que tem uma imobiliária na rua Cônego Valadão, então ele pediu para que eu andasse mais por aquela calçada dessa mesma rua que eu iria encontrá-lo mais à frente. Triste fim!!!!

    Será que , realmente ele não teria volta?

    Reply
    • Douglas Nascimento 24/07/2011 at 10:36

      Mônica,

      Nem existe mais o hospital. No local foi tudo demolido e irão erguer duas torres residenciais.

      Reply
  • fernando 22/12/2011 at 00:22

    tenho más lembranças deste local uma faze muito ruim da minha vida … trágico … trágico

    Reply
  • sergio salim 25/01/2012 at 08:36

    DESCULPE O CAPS LOOK! MAS EU TIVE A INFELICIDADE DE ALUGAR UM IMÓVEL NA RUA EM FRENTE!BOM QUANDO EU VIM VER O IMÓVEL , SÓ TINHA O TERRENO VAZIO E ESTAVA MUITO SILENCIOSO! COMO GOSTO DESTA REGIÃO ACABEI ALUGANDO! MAS HOJE VI QUE FIZ UM MAL NEGÓCIO! ESSE BATE ESTACA DE FUNDAÇÃO ESTA ESTREMECENDO TODO O IMÓVEL! FICA IMPOSSÍVEL FICAR AQUI DENTRO!HOJE É FERIADO EM SÃO PAULO, MAS AQUI EM GUARULHOS , NÃO!
    ESTOU DE FOLGA E A CASA ESTA ESTREMECENDO DESDE AS 07:00 DA MANHÃ!

    O MAIS LAMENTÁVEL DE TUDO ISSO, É QUE NÃO É PARA FINS DE UM CENTRO CULTURAL,EDUCACIONAL OU HOSPITALAR , PARA A POPULAÇÃO E SIM PARA UM MALDITO CONDOMÍNIO!
    REPITO, MAIS UM MALDITO CONDOMÍNIO RESIDENCIAL!

    MEU PROTESTO;

    PORQUE NÃO FIZERAM UM CENTRO CULTURAL OU EDUCACIONAL PARA A POPULAÇÃO DE GUARULHOS? COMO POR EXEMPLO O ANTIGO CARANDIRU QUE VIROU UM PARQUE DA JUVENTUDE?
    É LAMENTÁVEL!
    TEM CASA LINDAS NESSA RUA , PROPRIETÁRIOS INVESTIRAM PESADO EM SUAS RESIDENCIAS , PARA DEPOIS VIVER NESSE DESCONFORTO! ISSO É O MALDITO PROGRESSO! NO FUTURO NÃO HAVERÁ CASA , SÓ RUAS FRIAS COM MALDITOS EDIFÍCIOS!

    Reply
  • sergio salim 25/01/2012 at 08:57

    E lembrando que vai ser um condomínio de 5 prédios com 500 apartamentos!
    IMAGINE O CAOS NAS RUAS EM VOLTA! NÃO HÁ INFRA-ESTRUTURAS NAS IMEDIAÇÕES PARA UM CONDOMÍNIO DESSE TAMANHO!COM RUAS PRATICAMENTE SEM CALÇADAS DE TÃO CURTAS!LEMBRANDO QUE AS PESSOAS ANDAM NAS RUAS! VAI SER CARROS E MOTOS 24 H POR DIAS PASSANDO EM FRENTES AS CASAS!
    ACABOU A TRANQUILIDADE DESSE LADO DO BAIRRO…VALORIZAÇÃO? DUVIDO…….

    Reply
  • odete 06/02/2013 at 20:57

    fiquei muito triste em ver o fim deste hospital pois foi ai que comecei a minha carreira de auxiliar de enfermagem hoje continuo sou tacnica de enfermagem so tenho boas lembransas deste lugar pois foi ai que construir minha carreira e continuo mi dedicando com carinho e amor tive bons e momentos ruins mas naõ posso atribuir nada a este lugar que mi deu muitas alegrias e convivir com profissionais competentes ecarinhosos sinto trisreza por naõ mais existir o hospital menino jesus de guarulhos que ajudou muita jente apesar de nem todos reconhecer o nosso trabalho e esforco para servir mas a vida e assim

    Reply
  • andrea barros 12/02/2018 at 14:32

    boa tarde , gostaria de saber para onde são encaminhados documentos de quem trabalhou nesse hospital, se´r que tem como saber.
    pois trabalhei por um pequeno período e foi o meu primeiro emprego na enfermagem e sou muita grata por abrir as portas.
    e fico muito triste por ter acontecido esse descaso da parte do governo.

    Reply
  • Raul Lobo Corrales 21/04/2018 at 15:38

    É triste saber que o hospital em que eu nasci foi demolido. Estava a procurar por uma criança que nasceu no mesmo dia que eu, meus pais dizem que ela se chama Maria Luisa, nasceu entre 27/09/2001 e 29/09/2001 (dia em que eu nasci). Meus pais ja me disseram sobre ela algumas vezes e me surgiu a curiosidade de procura-la

    Reply