Pedro Álvares Cabral foi o grande navegador português que descobriu o Brasil. Nada mais justo que um dos mais belos monumentos paulistanos faça homenagem a este ilustre homem dos mares.

clique na foto para ampliar

Localizado bem próximo ao lago do Parque do Ibirapuera e bem diante do edifício da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o monumento de 7 metros de altura é um dos pontos mais visitados do parque.

Projetado pelo arquiteto Agostinho Vidal da Rocha e esculpido pelo arquiteto Luiz Morrone, o Monumento a Pedro Álvares Cabral  foi inaugurado em 10 de junho de 1988 e serviu como marco de abertura as celebrações dos 500 anos do Descobrimento do Brasil.

O evento de inauguração foi bastante concorrido e contou com a presença de autoridades brasileiras e portuguesas, como o primeiro-ministro de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, o Governador do Estado de São Paulo, Orestes Quércia e o Prefeito Municipal, Jânio Quadros.

Abaixo uma publicidade da inauguração, veiculado nos jornais de São Paulo, produzida pelo Conselho da Comunidade Portuguesa de São Paulo, que doou a obra:

A obra é constituída de um pedestal de mármore onde está esculpido o Brasão de Armas de Portugal. Em suas laterais há duas placas de granito, de um lado está a identificação dos doadores e do outro uma frase de Tancredo Neves.

Sobre o pedestal encontra-se a figura de Pedro Álvares Cabral com as mãos estendidas para o céu, agradecendo a Deus pela descoberta do que viria a ser a nação brasileira.

Veja mais fotos do monumento:

clique para ampliar

FICHA TÉCNICA:
Monumento a Pedro Álvares Cabral

Inauguração: 10 de junho de 1988
Doador: Conselho da Comunidade Portuguesa de São Paulo
Projeto: Agostinho Vidal da Rocha
Escultor: Luiz Morrone
Dimensões: Pedestal – Mármore (2,00m x 1,80m x 1,84m) / Escultura de Cabral – Bronze (5,00m)

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Rafael 28/06/2017 at 13:00

    Que descoberta! Que belo monumento! Não me lembro de tê-lo visto quando fui ao Parque do Ibirapuera, há anos (mas, certamente, foi depois de 1988). Essa é uma prova do quanto não são marcantes são as excursões de escola (rs) – sobra fuzuê, correrias, distrações, e pouco se retém do que se vê. Taí um bom motivo para voltar lá qualquer dia desses.

    Reply
  • Valeria Fulp 28/06/2017 at 15:17

    Lindo monumento, mas o Pedrao deve estar se perguntando ” Meu Deus, o que eu fui fazer???? “

    Reply
    • Daniel Pardo 04/07/2017 at 20:53

      VALÉRIA: Tirou o pensamento do meu cérebro KKKKKKKKKKKKKKKKK

      Reply
  • maria celia ribeiro sapucahy 05/07/2017 at 21:09

    Contam esta estória lá em Portugal?

    Reply

Comunicado importante aos leitores e leitoras do São Paulo Antiga

Neste momento estou enfrentando um período de muitas dificuldades para manter o site no ar, com a possível saída de nosso patrocinador institucional.

 

Preciso da sua colaboração para que o site não encerre suas atividades em 1 de julho de 2018.

 

Faça uma doação ou assinatura mensal no site São Paulo Antiga, através da plataforma APOIA.SE

 

Desde já muito agradecido,

Douglas Nascimento, autor e editor