A Casa da Imagem, museu ligado à Secretaria Municipal de Cultura, inaugura no dia 22 de setembro, sábado, às 11 horas, a mostra A cidade desaparecida de Militão Augusto de Azevedo, com 80 imagens do primeiro fotógrafo que registrou a paisagem urbana paulista, e a instalação Tombo: R. Costi da artista Rochelle Costi, realizada a partir de pesquisas com material do acervo da instituição.

Na ocasião, a Casa da Imagem também promove o lançamento do livro Militão Augusto de Azevedo, concebido em coedição com a Cosac Naify, com textos de Rubens Fernandes Junior, Heloisa Barbuy e Fraya Frehse. As mostras ficam em exibição até o dia 25 de novembro.

Organizada por Henrique Siqueira e Monica Caldiron, a mostra fotográfica resgata uma cidade desaparecida, da qual sobraram poucas igrejas, o traçado de algumas ruas e as fotografias produzidas por volta de 1862. Esta cidade contabilizava menos de 30 mil habitantes e encontrava-se na iminência de profundas adaptações às necessidades da modernidade e da nova ordem econômica.

A exibição também comemora os 150 anos das primeiras vistas urbanas da cidade, produzidas por Militão na ocasião em que fixou residência na cidade. Soma-se a série de 1862, imagens produzidas em 1887 para o Álbum Comparativo da Cidade de São Paulo 1862-1887, pouco antes do autor encerrar as atividades do seu estudio Photographia Americana. Para esta exposição foram selecionados documentos catalográficos, três negativos de vidro e 80 das 113 fotografias da Coleção Militão Augusto de Azevedo, sob guarda da Casa da Imagem, além da exibição do Álbum Comparativo da Cidade de São Paulo 1862-1887 pertencente à Biblioteca Mário de Andrade.

Para Siqueira, Militão “soube associar o cotidiano das ruas e a perspectiva de transformação presente em seu tempo à possibilidade que a fotografia oferecia para registrar a cidade, produzindo o primeiro inventário visual urbano e social da metade do século XIX”. Ao relacionar imagens capturadas do mesmo local em tempos diferentes, o autor propos uma metodologia de comparação histórica.

Serviço:
Exposição A cidade desaparecida de Militão Augusto de Azevedo
Instalação Tombo: Rochelle Costi
Lançamento Militão Augusto de Azevedo (livro da Cosac Naify)
Abertura: 22 de setembro às 11hs
Período expositivo: de 22 de setembro a 25 de novembro de 2012

Casa da Imagem
Endereço: Rua Roberto Simonsen, 136-B – Centro – São Paulo- SP
Horários de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas
Telefone: (11) 3106 5122
Entrada gratuita e livre para todos os públicos
www.casadaimagem.sp.gov.br

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP).

Deixe um comentário!