A capital paulista é rica em museus. Por toda a cidade há um bom número de museus e galerias que nos deixam no mesmo nível dos Estados Unidos e Europa. Mesmo assim, existem alguns museus muito interessantes que são pouco conhecidos da população, como o Museu do Crime e o sensacional Museu da Tatuagem.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Localizado dentro de um prédio tombado como patrimônio histórico da Cidade de São Paulo, o Museu Tattoo Brasil, ou museu da tatuagem, é um dos mais curiosos museus da cidade de São Paulo.

Inaugurado em 2004 durante a primeira edição do São Paulo Tattoo Festival, o museu reúne um rico acervo de mais de 500 itens que contam a história e a evolução da tatuagem no Brasil e no mundo.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

clique na foto para ampliar

A ideia de criar o primeiro museu nacional totalmente dedicado a tatuagem partiu de Elcio Sespede, o Polaco. Proprietário da Polaco Tattoo, é um dos mais respeitados tatuadores do Brasil, e o primeiro a se estabelecer na região central de São Paulo, que hoje é repleta de estúdios.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Polaco, curador e proprietário do Museu Tattoo Brasil (clique na foto para ampliar).

O objetivo do museu é de contar a história da tatuagem no mundo, desde sua origem até os dias atuais, passando pela evolução das técnicas e equipamentos utilizados para fixar os desenhos da pele.

No local há os mais variados objetos destinados a tatuagem, vindo de desde tribos indígenas, marinheiros, estabelecimentos antigos e famosos ao redor do mundo e até de presídios, como a rudimentar e eficiente máquina de tatuar de uma cadeia da Rússia (veja foto abaixo), montada em um antigo aparelho de barbear, feita com corda de violão e seringa. Apesar de não ser mais utilizada, ela funciona normalmente e para ligar basta dar corda igual a qualquer relógio antigo.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

O aparelho de barbear virou máquina de tatuar (clique na foto para ampliar).

O Museu Tattoo Brasil dá bastante destaque também as obras do primeiro tatuador a desembarcar no Brasil,  o dinamarquês Knud Harald Lykke Gregersen, mais conhecido como Lucky Tattoo que chegou no Brasil em 1959. Entre as demais curiosidades do museu existe uma reprodução da patente da caneta elétrica de Thomaz Edison, de 1875.

Quando estiver pelo centro, não deixe de visitar o Museu Tattoo Brasil. Se você nunca se tatuou o museu é um excelente lugar para você entender e aprender mais sobre esta técnica milenar e deixar o preconceito de lado. Quem sabe você não se anima e já faz uma tatuagem ali mesmo, na Polaco Tattoo ?

Serviço:

Museu Tattoo Brasil
Rua 24 de Maio, 225 1ºandar – conjunto 1
Centro – São Paulo / SP
Telefone: (11) 3222-8049
Horário: Consulte
Site: www.museutattoobrasil.com.br

Veja mais fotos do museu (clique na foto para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • Pepe Rial 23/07/2013 at 19:53

    Cara, “ao mesmo nivel que Estados Unidos e Europa”…sabia que existem outros paises e aqui pertinho, como a Argentina? Na verdade São Paulo é pobre em museus, não existe nenhum GRANDE museu e nem se compara, por exemplo, com Buenos Aires… bem aqui, pertinho. Mexico tem uns museus incriveis, Peru tambem!!! E nem falemos da China ou India, ou até Turquia….
    Um abraço
    Igualmente gostei muito da nota!!! É bom divulgar!

    Reply
    • Douglas Nascimento 23/07/2013 at 19:56

      Eu sei disso, e já fui em museus incríveis na Argentina onde viajo pelo menos 1x por ano. Lá tem o Museu de Armas de La Nacion que é sensacional.
      Nós aqui temos muitos museus particulares que não respiram por ausência de verba, temos é que divulgar. Mas concordo contigo que estamos atrás até de nossos vizinhos mais humildes.

      Reply
      • Pepe Rial 23/07/2013 at 23:57

        Legal Douglas, gostei da sua resposta, um abraço.

        Reply
      • Fernando Melo 15/04/2015 at 13:33

        Discordo temos mais de 100 museus,o que faz um Museu não é o tamanho,São Paulo sempre foi uma das cidades em destaque neste quesito cultural,tanto que recebe aqui exposições importantes e inclusive a exposição de Picasso,segundo Eugenio Carmona, que traz a exposição a escolha de ter vindo ao Brasil,foi da importância de SP a anos atrás,em ter recebido outra exposição do mesmo.”Foi graças à Bienal de SP e a esses artistas, que conseguiram ser premiados, que a nossa arte voltou a ser uma arte reconhecida internacionalmente”, disse Carmona. Graças a Picasso.Guernica esteve em São Paulo em um momento que foi importantíssimo”, disse Carmona, lembrando a Bienal de São Paulo realizada em 1953, que recebeu o painel, então sob a guarda do Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) a pedido do próprio Picasso, que não autorizava a sua volta à Espanha até que o país retomasse a democracia. A obra só retornaria em 1981. Nesse contexto, a vinda de Guernica a São Paulo foi marcante. Não à toa, a mostra realizada no CCBB é finalizada por obras de artistas premiados durante a 2ª Bienal, de 1953. “Depois da guerra civil, a Espanha vivia uma época obscura. Foi graças à Bienal de SP e a esses artistas, que conseguiram ser premiados, que a nossa arte voltou a ser uma arte reconhecida internacionalmente” (Fonte: Site Revista Veja).

        Reply
  • Celso 23/07/2013 at 19:56

    Por que as pessoas se tatuam?

    Para destacar-se, assumir sua identidade nos grupos, porque os artistas tem tatuagens, como forma de rebeldia, porque é, digamos assim, ‘arte’ ou porque está na moda.

    1 – para destacar-se: acho mais honesto ganhar destaque com o que se faz, não com o que se ostenta.

    2 – Identidade. Identidade é personalidade. Quem tem, tem. Quem não tem, faz tatuagem.

    3 – Artistas: a julgar pelo que se vê na TV, os artistas brasileiros não tem nada a ensinar a ninguém.

    4 – Rebeldia: Não seria melhor escrever um livro contando toda sua rebeldia com o mundo?

    5 – Arte: arte? Se algum tatuador souber citar pelo menos três artistas do renascimento italiano ou quem são os grandes nomes da arte da atualidade eu concordo.

    6 – Moda. ok, é moda. O problema é quando a moda passar e bater o arrependimento. Roupa a gente troca mas tatuagem não.

    Reply
    • Pepe Rial 24/07/2013 at 00:00

      Para que esse comentario Celso? Se voce não gosta, não faça, não leia. Viver e deixar viver!!!
      Uma pergunta: Para que você usa cueca? (Bom, se usar,não sei)
      KKKKK… Um abraço.

      Reply
    • Klaus 26/07/2013 at 11:22

      Artista renascentista italiano? Vc é daqueles caras brocha que fede a nafitalina. Já ouviu falar na arte do insulto?

      Reply
      • Celso 26/07/2013 at 20:42

        Informo para seu governo que lembrei do renascimento enquanto lia sobre a mostra que acontece no CCBB. A fila, com uma hora de espera está cheia de caras fedendo a naftalina ao lado de jovens, crianças e adultos das mais variadas tribos. Por enquanto nenhum tatuador deu as caras por lá. Talvez porque eles não façam ideia do que foi esse tal ‘renascimento italiano’ e tudo que sabem sobre arte aprenderam na wikipédia.

        Reply
        • Douglas Nascimento 26/07/2013 at 20:45

          Prezados Celso e Klaus, peço que atenham-se a discussão em alto nível ou terei que suspender os comentários de ambos. Obrigado!

          Reply
        • Zoé 28/08/2013 at 14:21

          Uma enoooorme, pena, sou tattoadora, e tenho uma profissão maravilhosa, são 6 anos estudando arte, além dos aprimoramentos da técnica milenar, um bom tattoador ao menos tem 20 anos de estudos… enquanto você está na fila de eventos gratuitos dependendo somente do vislumbre cultural que você pensa ter, existem profissionais nessa área que fazem intercâmbios, e bilhões de cursos para ser conceituado, além de um dom natural é claro. Moço se você tem preconceito com alguma arte, ENTÃO VOCÊ NÃO ENTENDE NADA DE ARTE, a proposito, o renascimento italiano é como um adolescente para a arte milenar da tattoo.

          Como tem gente babaca viu!

          Beijos!
          Parabéns polaco!

          Reply
        • Meiriele Ramos Ocwiecinsky 31/01/2014 at 00:47

          è aí que você se engana,Celso.muitas vezes os tatuadores estão lá,só que não usam um crachá dizendo”tatuador” pregado a roupa.E você deveria conversar mais com tatuadores pois alguns sabem tudo ou mis que você.

          Reply
      • Douglas Nascimento 26/07/2013 at 20:45

        Prezados Celso e Klaus, peço que atenham-se a discussão em alto nível ou terei que suspender os comentários de ambos. Obrigado!

        Reply
  • Lea 23/07/2013 at 22:14

    Comentário ridículo e preconceituoso desse Celso, tenho pena de quem se acha superior. Fique com sua pele “limpinha” mas com sua arrogância e preconceito gritando e te sujando por dentro, meu caro. Se vc não gosta, simplesmente não faça, mas respeite quem gosta e faz.

    Reply
  • Joao José Basso 25/07/2013 at 17:39

    Cada um faça o que se dá na telha, afinal estamos num País livre e democrático. Apenas cho exagerado o fato da pessoa chegar ao cumulo de tatuar os olhos, fato que os oftalmologistas condenam pois isso pode provocar varias doenças oculares inclusive chegando à cegueira. Bom o risco e de quem assume. Nesse caso, bom proveito.

    Reply
  • Carlos Rimonatto 24/08/2013 at 18:35

    Senhor Celso, depois que a emoção de ter ido a uma mostra de arte passar, abra os olhos e perceba que a arte é muito mais que uma ida a CCBB, e que a sua crítica aos tatuadores e tatuados não passa de mera limitação da sua parte.. Você nunca enxergará a arte enquanto não destravar a sua visão de universo.. Abraços e boa sorte..

    Reply
  • Luiz Henrique de Souza Alineri 15/09/2013 at 07:37

    A cidade de São Paulo é rica em museus,no mesmo nível de qualquer metrópole mundial SIM SENHOR!
    Nosso problema,Pepe(problema do Brasil) é cultural mesmo,com uma adoração doentia e atenção somente para futebol e carnaval,e preciosidades como esse pequeno museu de tatuagem,necessitam de divulgação boca a boca.O agravante maior é que nossa amada São Paulo é uma cidade estilo “tábua de salvação” para milhares de pessoas(daqui e do exterior),que enxergam a Paulicéia somente como lugar para se arrumar um emprego,uma moradia a qualquer custo,sem o devido amor de retribuição que a cidade merece!A sua resposta ao Douglas foi típica de um preconceito enraizado,no melhor estilo “o que está lá fora é melhor”.
    Douglas,dou muita força para o seu trabalho,pois temos um amor pela cidade de São Paulo(especialmente a antiga) incondicional.Vamos em frente.Até mais…

    Reply
  • Cultura alternativa em Sampa, veja alguns lugares sensacionais para visitar…. | Lugares Pessoas e Ideias 27/08/2014 at 13:08

    […] Foto via São Paulo Antiga […]

    Reply
  • Sheila Cristiny Policeno Senhora 09/09/2014 at 13:18

    Gente, quanta ignorância não é mesmo? A questão aqui não é a tatuagem em si, como enfatizou com seu infeliz comentário pobre e preconceituoso o sr. Celso, a questão é a preservação da cultura. E cultura não é o que um ou outro gosta ou aprova, cultura é informação e conhecimento expresso pelas sociedades através dos tempos, independente de qualquer tipo de PRÉ conceito de alguém ela existe e está disponível, as vezes de forma precária, as vezes abundante, diante de qualquer um que queria absorvê-la e admirá-la em seu real significado. É maravilhoso poder entrar em qualquer tipo de museu e poder ouvir a voz da história, da antropologia e da sociologia… esses conhecimentos que sim, podem estruturar qualquer tipo de discussão inteligente e construtiva, não apenas um discurso de baixa categoria de um indivíduo provavelmente alienado e, se me permite, quase um antissemita cultural. Ahhh sr. Celso, o senhor deve se queimar por dentro quando ve uma criancinha com as orelhas furadas , não é? Pois deveria, afinal esse costume pode ser considerado bárbaro por outras culturas diferentes da nossa.

    Reply
  • Pardo 24/02/2015 at 18:57

    Para quem pensa em se tatuar aqui vão duas regrinhas básicas:

    1º) Comece fazendo algo pequeno, afinal como é a primeira vez, você não sabe o quão sensível é a dor.

    2º) Tatuagem boa não é barata e tatuagem barata não é boa.

    Reply
  • Museu Tattoo Brasil ou Museu da Tatuagem 06/04/2015 at 09:49

    […] Museu Tattoo Brasil – Imagem São Paulo Antiga […]

    Reply

Comunicado importante aos leitores e leitoras do São Paulo Antiga

Neste momento estou enfrentando um período de muitas dificuldades para manter o site no ar, com a possível saída de nosso patrocinador institucional.

 

Preciso da sua colaboração para que o site não encerre suas atividades em 1 de julho de 2018.

 

Faça uma doação ou assinatura mensal no site São Paulo Antiga, através da plataforma APOIA.SE

 

Desde já muito agradecido,

Douglas Nascimento, autor e editor