Equipamentos quebrados, lixo, mato alto, odor forte de urina e muita pichação. Não, não estamos falando de qualquer casa abandonada pelos cantos da cidade de São Paulo, estamos falando de um dos maiores conjuntos de monumentos da capital paulista e seu logradouro: O Vale do Anhangabaú.

Semanalmente estamos visitando os principais pontos turísticos de nossa cidade para ver como a prefeitura está lidando com a manutenção e segurança destes locais, uma vez que todos eles são focos de turismo e atraem pessoas durante não só os períodos de festas, mas em todos os meses do ano. Assim, já visitamos o Mirante do Túnel 9 de Julho, a Fonte Monumental, a Fonte Milão e agora o Vale do Anhangabaú. Em todos eles só encontramos decepções, descaso e penúria.

Em 2011 a Prefeitura de São Paulo entregou à cidade o Teatro Municipal completamente restaurado. Foram aproximadamente 3 anos de obras e cerca de R$26 milhões de reais gastos para deixá-lo como novo. No entanto, o entorno do teatro que é um dos principais cartões postais da capital paulista está completamente abandonado.

Guarany - Flecha de faz de conta ?

Na área do Vale do Anhangabaú mais próxima ao Teatro Municipal, são encontradas as famosas esculturas de Luigi Brizzolara que compõem a Fonte dos Desejos, conjunto escultórico composto de uma fonte inspirada na Fonte dos Desejos de Roma, o Monumento a Carlos Gomes e ainda 12 outras esculturas feitas em mármore, bronze e granito que representam a vasta obra de Carlos Gomes.

É triste constatar, mas todas as partes do monumento tem problemas. Ou estão faltando pedaços, geralmente roubados, ou estão sujas, quebradas ou pichadas. Mesmo estando pouco mais de 200 metros do gabinete do Prefeito Gilberto Kassab, não há nenhum cuidado visível em manter o local em condições mínimas de uma visitação decente para os turistas.

O mato cresce alto por entre as pedras do calçamento, as belas escadarias exalam um forte odor de urina que incomoda as vias respiratórias de quem se atreve a caminhar por elas e a placa de orientação turística é apenas um metal repleto de pichação, tal qual boa parte das esculturas que ornamentam a praça.

O único consolo deste local em relação aos demais monumentos públicos que temos visitado é o policiamento. Pelo menos em todo tempo em que estivemos no local fotografando e nos outros dias que voltamos para averiguar, a presença da Guarda Civil é constante e ostensiva. Os atos de vandalismo devem ocorrer à noite, quando há um relaxamento na vigilância.

Abandono, água parada e muito limo. Monumento está largado (clique para ampliar).

É lamentável ver este conjunto escultórico nesta situação lamentável. A imagem que passamos de nossa cidade através deste abandono é a pior possível. Durante o tempo que estivemos por lá, notamos que inúmeros turistas, vários deles estrangeiros, que estavam conhecendo o Teatro Municipal desceram até o Vale do Anhangabaú para fotografar a Fonte dos Desejos. Já imaginaram a imagem que estão levando de nossa cidade ? É para isso que pagamos nossos impostos e elegemos nossos governantes ? Para que nossa cidade seja mostrada para o mundo como um marco de abandono, descaso e desprezo às artes ?

A Fonte dos Desejos, parte central e principal do conjunto de monumentos criados por Brizzolara há muito tempo não jorra água. Está desligada, aparentemente com peças faltando e com acúmulo de água parada e limo (vejam no final da galeria). Ou seja, além de abandonada é um foco de dengue em pleno centro da capital.

Inaugurado em 1922 como presente da colônia italiana em São Paulo ao Primeiro Centenário da Independência do Brasil, o monumento está largado à propria sorte. Até quando iremos aceitar que este descaso para com a nossa cidade siga adiante? Apesar de desligada a Fonte continua sendo dos desejos, e ao jogar uma moedinha ali eu fiz meu humilde desejo: que em 2012 os paulistanos elejam um prefeito que realmente ame essa cidade incrível que é São Paulo, antes que seja tarde demais.

Veja mais fotos (clique na miniatura para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento Foto: Douglas Nascimento Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento Foto: Douglas Nascimento Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento Foto: Douglas Nascimento Foto: Douglas Nascimento

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Paulo 02/01/2012 at 16:41

    Também desejo o mesmo…

    Reply
  • Katiúcia 02/01/2012 at 18:34

    Fora o constante cheiro de urina, que parece ser o “aroma natural” do centro histórico de SP.

    Tem ainda o Museu do Teatro ali ao lado, mas não sei se funciona. Na última vez que passei por lá estava fechado.

    Reply
    • Glaucia 03/01/2012 at 10:57

      Olá Katiúcia…
      O museu está funcionando, tem cerca de uns 2 meses que fui até lá. Um dos problemas é o cheiro de urina que impera no local.

      Reply
  • aquinaojacare 02/01/2012 at 18:38

    Vergonhoso! prefeitura desqualificada, e gente podre e porca! Ontem eu vi em uma reportagem na Rede Record que falava sobre alguns moradores de rua no centro de SP… muitos vieram de outras regioes e sobrevivem ha 25, 15 anos na rua… A mulher nao tinha o que comer gravida e com mais 4 filhos que de certo desse ser trombadinha. Como é que pode?????? Eu so quero ver como sera em 2014… espero nao passar vergonha….

    Reply
  • joao josé 02/01/2012 at 19:59

    Justamente agora que reformaram o teatro municipal gastando uma “grana” das boas. Infelizmente esses “retardados” de ´pixadores que, aliás, nao passam de um bando de malfeitores, ajudam a enfeiar a nossa cidade. Pegar alguns deles para lavar essa “esporquicia” ssria de fundamental importancia para que se evitem esses abusos. Mas a nossa Lei é leniente com os vandalos. Em outros paises os monumentos são conservados e nao creio que haja muito policiamento para isso. Realmente é problema de educação de nosso povo. Que lastima.

    Reply
  • Pedro Paulo Penna Trindade 02/01/2012 at 21:10

    É inacreditável que este conjunto de obras de arte que compõe a Fonte dos Desejos, do escultor Luigi Brizzolara esteja relegada ao abandono, bem aos olhos do Sr. Prefeito da Cidade que da janela de seu gabinete, no Viaduto do Chá, pode enxergá-lo. São Paulo não pode mais suportar tanto desprezo para com seu patrimônio artístico. É uma vergonha o estado de abandono que se encontram os demais monumentos espalhados pelas praças da cidade, não só pela degredação dos pontos turísticos, mas pela dimensão cívica e cultural que eles representam para o nosso povo!

    Reply
  • Vera Lucia Dias 02/01/2012 at 22:26

    Boas observações!Temos que ficar atentos. Os locais mais graves são
    Largo do Paissandu
    a esquina famosa da cidade = Ipiranga com São João
    a escultura de Carlos Gomes e
    os Postes Antigos.

    Reply
  • Eduardo Britto 05/01/2012 at 14:33

    Recentemente encontrei bem ali um grupo grande de turistas. Indaguei: eram poloneses. Esse conjunto arquitetônico impressiona! Destacá-lo só valorizaria esse que é um dos principais sítios históricos de São Paulo cidade. A travessia do vale expandiu enormemente os horizontes da cidade. Bem, mudando de assunto… Alguém escreve “zelador” ou “síndico” com letra maiúscula? Então por que escrever a palavra prefeito com P? Trata-se de um cargo executivo, transitório, e aberto a qualquer cidadão vocacionado para isso. Portanto, prefeito – independente de quem o ocupe o cargo – se escreve com p. Primeiro passo para aproximá-los de nós, cidadãos. Parabéns pelo trabalho!

    Reply
    • antonio machado 08/07/2012 at 16:56

      concordo plenamente com o que disse o Eduardo Brito.quanto à educacao ela tem início em casa e posteriormente nas escolas……onde elas existem?Hoje nao passam de depósito de criancas e os professores nao estao nem aí.Nao me refiro apenas as escolas do governo pois as particulares só visam o lucro e os alunos que se danem.E o governo ainda cria cotas para poder preencher as universdidades,nivelando, por baixo esses alunos.

      Reply
  • João Telles 06/01/2012 at 04:16

    É muito importante ressaltar que este pequeníssimo jardim aonde a Fonte dos Desejos está inserida é o único pedaço que restou da configuração original do Vale do Anhangabaú, ou seja, isso foi construido antes da abertura da Avenida Prestes Maia que destruiu todo o jardim neste estilo que havia por todo o vale, e depois a Erundina refez em 1990 em uma visão paisagistica mais contemporanea. Seria o mínimo do zelo manter ao menos este pequeno jardim bem cuidado. Por muitos anos o Grupo Votorantim cuidou desse jardim e da fonte com muito cuidado.
    Uma pergunta: é impressão minha ou a foto de número 23 mostra que as outras fontes foram aterradas com pedrinhas brancas?

    Reply
  • Miguel Lopes 10/01/2012 at 20:27

    Entrei no site da prefeitura e protestei contra tal abandono, creio que cada um aqui deveria fazer o mesmo, protestar é o que nos resta!

    Reply
  • Ceredos 12/01/2012 at 23:51

    TRISTE ISSO ! Eu começo a querer esconder que sou brasileira ! Para onde vai o dinheiro publico ?

    Reply
  • Ernesto 14/01/2012 at 15:31

    No meu ponto de vista tem de se fazer algo tem de ser feito para cuidar do património histórico,
    eu vejo que esta descuidado e este, e vejo que este lugar este servindo para uso de drogas, que deveria ser banido

    Reply
  • EBarioni 22/01/2012 at 18:44

    Infelizmente tudo é decorrente um governo comunista retrogrado que não interessa a cultura para o povo.

    Reply
  • eduardo 31/01/2012 at 17:25

    e eu fiz essa foto no meu flick a 3 anos atras…
    e não estava abandonado assim
    o que aconteceu com a nossa cidade
    lamentável

    o link da foto
    http://www.flickr.com/photos/vida_de_arquiteto/2628648185/in/set-72157622376548338

    Reply
  • clarissse andrade 20/02/2012 at 17:41

    Eu trabalhei na Rua Sete de Abril nos anos 50 . Desde aquela epoca , o mau cheiro de urina ja existia naquelas escadarias do Anhangabau. E mesmo uma pena ver nossa cidade abandonada desse geito . Nossos prefeitos nao deram , nao dao e nem darao a devida atençao que nossa cidade merece . Tenho certeza que , se a conservaçao de nossos predios e monumentos historicos , dessem voto , com certeza eles iriam prestar mais atençao . Tudo começa na E D U C A Ç A O . Sem ela nao existe cidadania nem civismo .

    Reply
    • André Tezzei 09/03/2012 at 02:03

      concordo Clarisse, a educação é a pilastra da cidadania e do civismo.

      Reply
  • André Tezzei 09/03/2012 at 02:02

    a primeira vez que estive nesse local, fiquei embasbacado com a beleza das obras. É lastimável o estado degradante do local…

    Reply
  • Diogo 27/08/2012 at 01:09

    Oi amigos que bom que tem pessoas que se preocupa com o visual da cidade, São paulo é uma cidade doente por culpa dos prefeitos e a grande falta de educação do povão, é lamentável que quase todo os monumentos estejam abandonados, as praças são dos mendigos são para usuários de drogas, é uma vergonha para os paulistanos mostrarem a cidade para os turistas, creio que a impressão que é deixada é péssima, talvez SÃO PAULO TERIA MUITO MAIS TURISTAS SE FOSSE BEM CUIDADA, ESPERO O QUE O PRÓXIMO PREFEITO ENXERGUE ESSAS FEIURAS QUE ABAIXAM O MORAL DA CIDADE

    Reply
  • sheila 14/09/2012 at 14:19

    Gostaria muito de passar vergonha sim em 2014, juntamente com todos os políticos corruptos, porcos e egoístas que existem nesse país. Graças a eles não existe educação adequada nas escolas, faltam muito para a formação de cidadãos com consciência social. Moradia, saúde e principalmente a EDUCAÇÃO! Todos tentando de alguma forma tapar os buracos das décadas de roubo e abandono da população com cotas em universidades e redução de impostos que incentivam o comércio, pura esmola perto das taxas de impostos de outros países. COMO ALGUÉM QUE CRESCE NUMA SOCIEDADE COMO A NOSSA, COM CÉREBROS DE LESMA NAS CLASSES MAIS FAVORECIDAS E COM A ALIENAÇÃO DAS CLASSES TRABALHADORAS QUE TEM MAIS É QUE SE PREOCUPAR COM SUA SOBREVIVÊNCIA, VÃO LUTAR POR SIMPLES RESTAURAÇÕES EM PEÇAS HISTÓRICAS… FALTA TUDO DE BÁSICO PARA A POPULAÇÃO PARA QUE UM DIA POSSA SE CHEGAR AO SENSO DA CONSERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO PÚBLICO COMO UMA COISA NORMAL E COTIDIANA.

    Reply
  • Ricardo luiz 27/09/2012 at 02:58

    tiveram ate a pachorra de roubarem o arco e a flecha do indio nesta praca,é uma pena que nossos jovens,não se interessem pelos valores históricos do lugar onde convivem,uma pena mesmo.

    Reply
  • Hary Vieira 02/02/2013 at 17:42

    É algo que eu me revolto totalmente. Sempre em época de eleição, os candidatos falam de todoas as maravilhas que vão fazer na cidade inteira, mas parece que esquecem o centro que é um lugar que apesar de muito degradado, é um lugar lindo, que contém a história da nossa São Paulo. O Centro precisa de um carinho especial. Não é só ficar demolindo e demolindo prédios, que é o que eles mais fazem hoje em dia em toda a cidade. Dois grandes exemplos foram as demolições dos Edifícios São Vito e Mercúrio (que na época eram considerados “ZEIS”) e toda aquela área ao redor deles. Um outro grande exemplo é o Projeto Nova Luz. Eu estava assistindo um documentario que fizeram sobre esse projeto e eu fiquei pasma de ver a quantidade de imóveis que serão demolidos. Inclusive, imóveis históricos.

    Reply
  • cida 26/03/2013 at 21:27

    Quando era adolescente tive meu primeiro contato com o vale e naquela época o lugar já tinha mau cheiro, mas hoje alem do abandono, do vandalismo principalmente dos pinchadores o lugar causa medo até para apreciar o que restou das obras pois o que tem de trombadinha e drogados não esta escrito. Hoje com 35 anos se tenho que passar lá mal olho para os lados de medo. Agora sobre 2014 parece que os turistas só vão conhecer estádios e hotéis pois os governantes esquecem que uma hora vão sair dos quartos e os jogos terminarão então sobrará uma cidade com um centro histórico maravilhoso mas completamente mal cuidado e será essa a imagem que terão da nossa cidade. lamentável. Parabéns mais uma vez, ótima reportagem.

    Reply
  • Rogerio Piros 02/08/2014 at 09:41

    Morando fora voltei após 20 anos em São Paulo é triste e assustador não vi mais oantigo Mappin Mesbla e me lembro ia jantar no centro com minha Avó lamentavél, e não vejo mudanças a curto prazo pois quem não nasce com educação de berço dificilmente mudará, é uma pena o centro pderia ser referencia de turismo, com restaurantes, lojas em geral. Já vi turistas no centro fotografando em grupos e escoltados por seguranças armados, lamentavél, e o Paulistano continua votando este governo municipal ou estadual reelegendo estes
    senhores que venderam todos patromônios de São Paulo. Acho que só haverá mudanças com um levante
    de arquitetos, artistas e toda classe cultural para uma mudança eu como Paulistano me entristeço…..

    Reply
  • Enfim, vida nova para o centro abandonado de São Paulo! | SOS Solteiros 17/10/2014 at 14:04

    […] saopauloantiga […]

    Reply
  • Aline Tomaz 26/11/2014 at 15:54

    Só um adendo… estamos em 11/2014 e a situação é ainda pior.

    Reply
  • Roberto 23/12/2014 at 12:31

    Estive no local no sábado (20/12/2014) e o estado continua lamentável, até quando ???

    Reply
  • Pardo 17/02/2015 at 19:46

    A fonte não funcionar eu até entendo, pois graças ao “nosso” governador “Picolé de chuchu” hoje não temos água para fazer a fonte funcionar e mesmo antes disso tinha o problema da dengue, onde não pode deixar água limpa parada, mas de resto é lamentável, aliás, desde quando eu era moleque a “maresia de urina” sempre foi “crássica” nas ruas do centrão de Sampa.

    Reply
  • Brigadeiro 02/04/2015 at 17:47

    é o que todos nós aqueles que amam são paulo esperam, mas não bastam leis, diretrizes, seria necessário uma vigilância maior muito maior, afinal atualmente o velho centro mais parece um gueto de traficantes, bandidos, estafadores e outras violências, para se dar um basta nisto precisa-se de vontade política sim, mas com atitude, e com a classe política que existe em nossa cidade, estado, país..bem sò nos resta sonhar, mas fica aqui uma declaração, creio que não exista no mundo inteiro uma cidade tão maltratada, e descuidada, como a nossa e isso é uma vergonha para nós
    , e de uma certa maneira nossa responsabilidade também!

    Reply
  • Decio Cezar 02/06/2017 at 02:49

    Todos culpam a Prefeitura (ou seus prefeitos) por não manter tais monumentos em condições condizentes. Mas, na verdade, o problema está na própria população, despojada de educação, cultura e principalmente de patriotismo. Vide certas esculturas defendidas por grades para defesa de vândalos de toda espécie! Soma-se ainda a farta imigração para São Paulo de outros estados que pouco se importam com monumentos que lembram a proeminente história paulistana. Não adianta continuar a restaurar ou mesmo vigiar tais monumentos, o problema está radicalmente na cultura e educação de nosso povo, lamentavelmente.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: