Curiosidades

Por que a rua Estados Unidos tem esse nome?

Comments (10)
  1. R disse:

    Acho que a Rua das Borboletas Psicodélicas merece um post específico,
    nem que seja um sobre os nomes de rua mais estranhos da cidade e, quando existente, as justificativas do vereador para sua escolha.

  2. edson z scalco disse:

    Um detalhe interessante, é que a rua que separa o Jd.América do Jd.Europa é justamente a rua Groenlândia, numa perfeita correlação geográfica.

    1. exatamente, bem lembrado

  3. Celso P disse:

    A questão dos nomes é importante para ensinar aos jovens a identidade e auto-estima de um povo.

    Quando o Carandiru foi demolido para a criação de um parque, alguém teve a infeliz ideia de mudar o nome do local, talvez com a intenção de riscar da história o passado tenebroso do presídio. O que seria naturalmente ‘Parque do Carandiru’, nome já consagrado na cidade, é agora um insípido ‘parque da Juventude’. Só a estação do metrô manteve o antigo nome ‘Carandiru’. Até que alguém venha com a ideia de mudar para ‘estação parque da Juventude’. É assim que a memória urbana vai sendo apagada, levando junto a tradição e identidade do povo.

    A história porém, não pode e nem deve ser apagada. Ela existe para ensinar.

    Em Auschwitz por exemplo ninguém cogita sequer discutir a mudança do nome daquele local. Muito pelo contrário, o campo de concentração está lá preservado e intacto. Nenhuma pedra pode ser removida. O mesmo ocorre em Hiroshima onde os americanos jogaram a bomba atômica ou Belfast, cidade onde foi construído o Titanic. Nenhum desses nomes ficou amaldiçoado pela história. Muito pelo contrário, são hoje locais de peregrinação, conhecimento e respeito.

    Essa é uma das muitas diferenças entre as cidades do primeiro mundo e São Paulo. A falta de valorização da história da cidade faz muita gente acreditar que só o que é novo e moderno é bom enquanto que o passado é algo a ser desprezado, demolido e esquecido.

    1. Daniel Pardo disse:

      CELSO: É porque aqui no “Reino da Bananolândia”, o povo gosta de “ixtatuix”, de “gramú”, e manter o “velho” por aqui não é “gramuroso”, agora… que nem você mesmo disse, vai para fora daqui pra ver se a mentalidade dos outros países é a mesma??, de jeito nenhum, lá os caras renovam o que é antigo em vez de demoli-lo para construir o novo.

      1. Celso P disse:

        Meu caro Daniel

        Grato pela resposta. Sim, você tem razão. A falta de educação de cidadania – sobretudo nas escolas – é a grande responsável pela nossa falta de identidade e memória.

        Eu falei em escolas. Porém, o ensino não é uma panacéia que vai resolver tudo. Às vezes a história é deturpada dentro das salas de aula. Na desocupação da escola estadual Fernão Dias, o busto do bandeirante foi encontrado ‘asfixiado’ com um saco preto amarrado na cabeça com a inscrição ‘bandeirante assassino’. O mais recente exemplo de vilipêndio à história foi a pichação do monumento às Bandeiras e da estátua do Borba Gato. Segundo alguns professores de orientação mais à esquerda, os bandeirantes nada mais foram senão assassinos cruéis. Por essa interpretação tosca, o EI deveria ser perdoado pela destruição de monumentos milenares em Palmira na Síria, uma vez que homenageavam conquistadores romanos. Afinal, não existem conquistas sem derramamento de sangue.

        Abraço

        1. RdS disse:

          Para você derramamento de sangue é menos importante que conquista?

          1. Celso P disse:

            Claro que não, meu caro RDS. Mas desde os romanos que conquistas são feitas assim, não à base de acordos e apertos de mão. Os Bandeirantes merecem ser limados da história porque foram conquistadores? E o outro lado da moeda não vale nada?

            Penso diferente. A história não é cor-de-rosa. Ela existe para ensinar. Para isso, tem que ser preservada, inclusive os nomes.

  4. Luiz Henrique disse:

    O Jardim Paulista, também interligado nessa região, tem alguns nomes de cidades do nosso Estado, como Campinas, Santos, Ribeirão Preto, Lorena, etc.

  5. Celso P disse:

    Olá Douglas, sabe informar quem foi o Gentil de Moura que dá nome a uma rua da no Ipiranga?

Deixe uma resposta

Publicidade:

SP ANTIGOS

Nosso Instagram: @saopauloantiga
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.