Localizada bem nas proximidades da antiga Garagem Santa Rita, da extinta CMTC, esta pequena casa do Brás, abandonada há algumas décadas, ainda mantém em sua fachada muitas das características comuns às construções mais antigas deste bairro.

Do lado esquerdo desta residência funcionou, até bem pouco tempo atrás, uma dos salões de barbeiro mais antigas da zona leste de São Paulo, a Barbearia do Walter que está ali há pelo menos 7 décadas, sendo que antes dele trabalhou no mesmo local e ofício, seu pai.

Enquanto o salão está muito preservado a casa está neste lastimável estado de abandono. O telhado já ruiu há muitos anos e a vegetação já tomou conta de todo o terreno, restando apenas a fachada que espero que continue de pé.

Dados:
Visitado e fotografado em fevereiro de 2009 (fotos da galeria)
Revisitado e fotografado novamente em abril de 2018 (foto principal)

Veja mais fotos deste imóvel (clique na miniatura para ampliar):

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

JOIN THE DISCUSSION

Comments

  • ecidir 25/03/2010 at 21:43

    esta casa é minha por herança, mas eu ainda nao tive dinheiro para reforma-la.

    Reply
    • Margarete 30/12/2010 at 23:44

      Eu morei ao lado desta barbearia, no n598, de 1956 a 1965.

      Reply
    • Carlos Alberto 01/04/2011 at 14:56

      Ecidir ,realmente e uma bela construção , poderia falar um pouco sobre quem construio a casa quem morou acho isso muito relevante . Desde já muito obrigado.

      Reply
    • Carla Silva 07/10/2011 at 18:26

      Ecidir, por favor nos mande mais informações sobre essa casa e não a venda para construtoras.

      Reply
    • Silvia 13/09/2012 at 14:39

      Olá,
      Quer vender?

      Reply
    • Aldo Francesconi 08/05/2018 at 01:31

      Ecidir gostaria de saber o seu sobrenome e a qual dos filhos de Francisco Antonio Lopes você descende. Abraços

      Reply
  • margarete 05/01/2011 at 18:15

    Alguem sabe o nome completo do sr walter o barbeiro?

    Reply
    • Aldo Francesconi 08/05/2018 at 01:38

      Walter Lopes, meu primo sobrinho de minha mãe.

      Reply
  • margarete 05/01/2011 at 18:19

    ALGUEM CONHECEU A DONA MAFALDA A MANICURE ,QUE MORAVA AO LADO DO SEU AVELINO O BANANEIRO?????

    Reply
    • chrystiano marins 16/02/2011 at 19:23

      eu conheci , eu morei no 711 e era filho da manicure antonieta

      Reply
    • marcos 21/11/2011 at 14:48

      SIM EU CONHECI A DONA MAFALDA E SUA FILHA LANA, E O SR ADELINO ERA O MEU TIO QUE VENDIA BANANAS.

      Reply
  • margarete 05/01/2011 at 19:13

    EU MOREI AO LADO DESSE CASARÃO ,A ENTRADA DELE, È
    AO LADO,ONDE EU MOREI,NESSE MURO BRANCO QUE HOJE TEM .ÉRA UM QUINTAL QUE MORAVAM MUITAS FAMILIAS ,E UM SO BANHEIRO COM MUITOS VASOS SANITARIOS.NO CASARÃO MORAVA UMA FAMILIA EM CIMA,E OUTRA FAMILIA EM BAIXO PARTE DA RUA,NA PARTE DOS FUNDOS DO CASARÃO DESSE QUINTAL ,ONDE MOREI TINHA MAIS DUAS FAMILIAS,UMA EM CIMA TBM,E OUTRA EM BAIXO.TINHA UM ENORME QUINTAL QUE RESIDIA MAIS OU MENOS UMAS OITO FAMILIAS.

    Reply
  • Prof. wilson 03/09/2011 at 11:08

    Gostaria de mais informações sobre este imovel, sua origem referente a construção, pois estou fazendo um levantamento referente as figuras geometricasas quais são utilizada nas construções. Desde já agradeço pela atenção.

    Reply
  • CLEIDE VALVERDE VALENTE 25/11/2011 at 13:29

    EU MOREI NA CASA DE Nº 641 DA MESMA RUA, ONDE NASCI E ME CRIEI AO LADO DE MEUS IRMÃOS ANTONIO, OSVALDO E EU CLEIDE. MEUS PAIS, ADELINO BANANEIRO E MINHA MÃE JULIA.
    TENHO GRANDE RECORDAÇÕES DO LUGAR E FIQUEI FELIZ DE VER TODOS OS COMENTÁRIOS

    Reply
    • Aldo Francesconi 08/05/2018 at 01:41

      Embora tenha saído com 9 anos na Rua Rio Bonito recordo-me do seu pai Sr. Adelino o bananeiro, minha mãe comprava banana dele. Abraços

      Reply
  • CLEIDE VALVERDE VALENTE 25/11/2011 at 13:33

    SOU FILHA DO SR ADELINO BANANEIRO, MEU NOME É CLEIDE VALVERDE E NASCI NA CASA DE Nº 641, QUASE EM FRENTE AO Nº 600. TENHO MUITA SAUDADES DO LUGAR.

    Reply
    • jorge 20/03/2012 at 13:29

      por acaso nao e neta de portugueses pela parte do seu falecido pai? poderemos ser ainda parentes. se for quer me contactar?

      Reply
    • jorge 23/03/2012 at 22:07

      estou a ver que voce e filha de adelino jose valente que era filho de portugueses se for isso sua avo era irma do meu avo e seremos ainda parentes. SE for isso po favor contacte-me para trocar uns dados.
      Obrigado

      Reply
      • Cleide 12/01/2015 at 09:53

        Bom dia Jorge, tudo bem?
        Pelo jeito somos parentes mesmo, que bom!
        Vamos manter contato, meu email é a.contabil@hotmail.com.
        Abraços

        Cleide

        Reply
    • Sonia Vaz 02/01/2013 at 22:47

      Olá Cleide, eu morava no 611, será que você se lembra? Essa casa ficava exatamente em frente à minha, ao lado dela havia uma barbearia, do Sr. Walter. Sou filha da Iracema Siemsen Vaz e do Antonio Vaz, irmã do Antonio Carlos e Rosana. Lembro muito de você. Entre em contato.

      Reply
      • Cleide 12/01/2015 at 09:51

        Bom dia Sonia, tudo bem? Lembro de vc, pois vc morava ao lado da Vera e eu ia assitir TV na casa da sua avó. Entre em contato pelo meu email a.contabil@hotmail.com.
        Abraços

        Reply
  • Mariana Araujo 31/12/2014 at 13:04

    Por curiosidade (e uma ponta de esperança) consultei o Google Mapas hoje e para minha felicidade, estas paredes ainda estão de pé, assim como sua vizinha amarelinha…RS.
    Moro nesta região, que é rica em imoveis antigos.
    Feliz 2015 para todos!

    Reply
    • Douglas Nascimento 31/12/2014 at 15:55

      Oi Mariana, ali é um salão de barbeiro que existe desde 1930 (na amarela).
      Em janeiro mostraremos o local ! Abraços

      Reply
      • Sonia Vaz 31/12/2014 at 16:15

        olá Douglas, eu conheci o barbeiro desse local, era o Sr. Walter, seus 2 filhos e a esposa, que fazia tricô muito bem. Eu morava exatamente em frente a essa barbearia, meu pai e meu irmão eram clientes. Abraços e bom 2015!

        Reply
  • Wagner 30/04/2018 at 09:01

    Uma foto muito que faz as pessoas se encontrarem e reencontrarem…sensaciona s! Parabens!!!

    Reply
  • Aldo Francesconi 08/05/2018 at 01:06

    Esta casa foi construída por meu avô materno. Vivi nesta casa com meus pais e irmãos até os meus nove anos de idade. A casa pertence nossa família. O Walter, o barbeiro mencionado acima é meu primo. A casa continua lá do mesmo jeito deteriorando-se cada vez mais.

    Reply