Sempre nos preocupamos com casas antigas em áreas com poucos terrenos a disposição para a construção, pois tornam-se alvo fácil da especulação imobiliária. Entretanto, muitas vezes a área destes imóveis antigos não é grande o bastante para permitir um novo empreendimento. Apesar disso, não significa que eles estão protegidos. O espaço pode não ser suficiente para um prédio, mas pode abrigar um estacionamento ou um galpão comercial.

Foi o que aconteceu com estes dois imóveis antigos vizinhos demolidos na Rua General Júlio Marcondes Salgado, em Santa Cecília.

clique na foto para ampliar

clique na foto para ampliar

Localizados nos números 115 e 117, tratava-se um antigo sobrado centenário e mais outra casa menor, igualmente antiga.

O imóvel maior, à esquerda, por muitos e muitos anos funcionou como um cortiço, tendo sido desocupado em meados de 2011. Desde então, estava fechado e com suas portas e janelas emparedadas, sendo que ainda resistiu a um incêndio no final do mesmo ano. Apesar de abandonado e bem deteriorado era possível de ser restaurado, mas o fato de não ser tombado como patrimônio histórico determinou seu fim.

Crédito: Google Street View

Já o imóvel menor, na cor azul, permaneceu aberto até quase no final do ano de 2011, pois funcionava um pequeno comércio. O piso superior estava ainda completamente original em sua porção exterior, já o piso ao nível da calçada há muito perdera sua porta de entrada original, substituída por uma porta comercial de aço.

Após a total demolição de ambos os imóveis, um galpão comercial foi erguido no local. Na rua Gen. Júlio Marcondes Salgado ainda sobrevivem algumas casas antigas, sabe-se lá até quando.

Atualização:

Um leitor entrou em contato e nos enviou o link do incêndio que ocorreu no casarão em 2010. As cenas são fortes.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP).

Deixe um comentário!

Comments

  • Elisangela 31/07/2014 at 10:47

    muito triste …

    Reply
  • Icaro Fassoli 31/07/2014 at 10:55

    Isto vem acontecendo não somente em cidades maiores. Nas pequenas (o caso da minha Rio Claro/SP) é um imóvel atrás do outro e não há proteção alguma. A história é apenas um lixo para aqueles que cedem às tentações do dinheiro.

    Reply
  • Murilo 31/07/2014 at 13:15

    Se eu tivesse dinheiro, derrubaria apenas a casa azul, deixando no lugar um jardim gramado com uma ou duas árvores e a casa grande reformaria. No meio, aonde ficava o portão vermelho até cabe um carro.

    Reply
  • Edison Roberto Morais 31/07/2014 at 16:08

    Precisamos preservar as que ainda restam em alguns pontos da cidade, como na Liberdade e Bela Vista.

    Reply
  • Patrick Schio 04/08/2014 at 22:14

    A casa maior foi incendiada por uma moradora do dito cortiço, se não me engano por causa de uma briga entre os moradores.

    segue link do vídeo, caso alguem queira ver. (Cuidado; as cenas são tristes): https://www.youtube.com/watch?v=Ruz1Z0vLnnI

    Reply
  • Douglas Nascimento 07/08/2014 at 09:42

    Artigo atualizado com o vídeo do incêndio ocorrido em 2010 enviado pelo leitor Patrick Schio

    Reply
  • Regina Célia Pereira Baptista dos Santos 22/10/2018 at 13:13

    Como os bombeiros demoraram para chegar!! Que horror!!

    Reply
%d blogueiros gostam disto: