Muitos dos vários sobrados da Avenida Rebouças sempre estão com problemas. Houve um tempo em que ter uma casa nesta grande avenida era um ponto positivo. Já hoje, se sua casa estiver por lá pode ser que você tenha um grande mico na mão. As razões são muitas e podemos até citar algumas aqui.

A primeira delas é o trânsito caótico da avenida, tanto no sentido bairro como no sentido centro. E este trânsito levou a Prefeitura do Município de São Paulo a proibir já tem muitos e muitos anos o estacionamento de veículos na Rebouças. Só esta proibição, inutilizou boa parte das casas desta via. Imagine você, de um dia para outro, se você não tiver uma garagem grande e não ter como acomodar o carro de suas visitas, como faz ? Pode até parar em uma travessa, mas num dia de chuva isso é bastante desagradável.

Esta mesma proibição, aliada com um corredor de ônibus trouxe para a Rebouças o que eu chamo de Efeito Avenida Santo Amaro, cuja proibição de estacionamento e um corredor de ônibus praticamente mata o comércio e as residências da via. Lembrem-se que até hoje, duas outras avenidas jamais se recuperaram deste desastre, a citada Santo Amaro e a Avenida Celso Garcia, na zona leste de São Paulo.

A Avenida Rebouças em 1939, bem diferente dos dias atuais.

Outro problema é o fato de que muitas famílias que moravam em enormes casarões desta avenida, especialmente a partir da década de 1950, já deixaram a região e seus antigos lares ficaram para trás. Hoje, raramente aluga-se um imóvel deste porte para habitação, especialmente se ele for em um local como a Rebouças ou a Avenida 9 de Julho, restando assim destiná-los para fins comerciais. E mesmo para fins comerciais não é do dia para a noite que encontramos empreendedores dispostos a pagar grandes quantias de aluguel para imóveis que muitas vezes sequer tem lugares para que seus clientes estacionem. Enfim, problemas não faltam.

E alguns destes problemas provavelmente serviram para levar ao estado de abandono lastimável que se encontra este grande sobrado localizado no número 1128 da Avenida Rebouças. Uma quadra abaixo, duas casas antigas foram demolidas para dar lugar a um tal “vizinho bacana”, será que este destino “bacana”  também chegará a este sobrado verde ?

Atualização 15/02/2010:
Infelizmente este sobrado não existe mais, foi demolido na semana passa.

Veja outras fotos deste imóvel (clique nas fotos para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento

Conheça a região através do mapa:

Visualizar São Paulo Antiga em um mapa maior

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Renata 10/11/2010 at 18:19

    Pela placa de depilação a laser e uma placa que aparentemente é de estacionamento, este imóvel devia funcionar como comércio. Mas que comércio aguenta com proibição de estacionamento de carros na rua? Não acho que essa seja a solução para evitar o trânsito caótico de hoje. Triste é ver quem passou tanto tempo para conseguir sua casa própria ver o imóvel desvalorizado.

    Reply
  • Daniel 10/11/2010 at 20:48

    tem uma área bastante pequena para estacionamento… mas é um sobrado grande, ainda daria de fazer uma bela duma garagem usando parte da área interna do piso térreo, e o pátio externo poderia se tornar um jardim ou eventualmente servir como vagas para eventuais visitas (poderia até aproveitar para delimitar as áreas das vagas com aqueles pequenos pinheiros decorativos e usar um “piso vivo” como eu vi num supermercado em porto alegre, onde as áreas de estacionamento a céu aberto são pavimentadas com umas lajes vazadas com grama nos espaços vazados)…

    Reply
  • @leomomezzo 07/12/2010 at 06:24

    Nunca reparei nesse casarão… Sério … Quando eu passar pela Rebouças vou dar uma olhada de perto.

    Se dessem um tapa nele, ficaria bacana pra ser um comércio, ainda mais numa avenida super movimentada.

    Reply
  • Josefa 27/12/2010 at 18:24

    Ué, preferem ver o prédio depredado a cobrar preço baixo no aluguel?!

    Reply
    • Luis 27/02/2012 at 12:13

      Não é tão simples assim. Não se pode alugar um imóvel sem que esteja seguro para o uso e isso implica em reformá-lo. Além disso, como alugar a preço baixo, se o IPTU é alto?

      Reply
  • Camargo 11/02/2011 at 14:09

    Fico triste em dizer que este csarão não existe mais, trabalho aqui na região da Avenida Rebouças e passei em fente no dia 09/02/2011 e esta totalmente no chão.
    Mais uma bela casa que se foi

    Reply
  • A arte do centro de São Paulo | Paisagem Fabricada 22/11/2012 at 12:44

    […] grande São Paulo) têm demonstrado em relação a elas. Por ele, você consegue encontrar um belo sobrado abandonadíssimo na Av. Rebouças, as causas para o desinteresse e até qual o provável futuro que ele levará: a […]

    Reply
  • Caio Maghidman 14/03/2016 at 18:40

    Caso não haja sanção da Lei 272/15 – LPUOS pelo prefeito Fernando Haddad conforme previsto para este mes, muitas outras ruas e respectivas casas serão corroídas pela falta de uso residencial ou qualquer outro uso hoje não permitido para a via em questão…… temos que torcer para que isto seja sancionado.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: