A arquitetura paulistana antiga é muito diversificada. Antes de uma escola arquitetônica genuinamente local, nossas residências tinham em seus traços a influência dos imigrantes. Os construtores da época faziam casas que traziam características dos locais de onde eles vieram.

É por isso que em uma mesma rua achamos uma grande variação de estilos, ao contrário do que vemos em outros países, onde as coisas são um pouco mais padronizadas.

Na Avenida Ricardo Medina Filho, localizada na Vila Ipojuca, encontramos este sobrado de arquitetura bem diferente do que costumamos encontrar por ai:

Apesar de seu portão ter sido alterado, a arquitetura desta residência permanece inalterada. Chama a atenção a engenharia aplicada a construção da casa, cujo construtor sobre aproveitar o terreno estreito para erguer uma casa confortável e iluminada.

No piso térreo uma sala com janela ampla, que permite receber bem a luz do sol e, no piso superior, uma sacada muito bonita. Nela podemos além da janela uma porta que dá acesso a área.

clique na foto para ampliar

Percorremos o bairro inteiro e também parte da vizinha Vila Romana e não encontramos nenhuma construção semelhante. Não me recordo de ter visto algo semelhante em outras regiões paulistanas.

É curioso que muitas das residências antigas, erguidas geralmente por construtores sem formação universitária, consegue ter mais harmonia e beleza em seus traços do que muito que é feito hoje em dia com mão de obra muito mais preparada. Basta rodar pelas ruas paulistanas e ver a mesmice que impera nas novas construções.

CURIOSIDADE:

É nesta mesma avenida que se encontra o ponto de ônibus mais antigo de São Paulo, descoberto, redescoberto em 2013 pela equipe do São Paulo Antiga.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Paulo Clístenes Vieira da Silva 01/07/2017 at 20:05

    A diversidade de estilos ao meu ver deve-se as diferentes origens de imigrantes!

    Reply
  • Daniel Pardo 05/07/2017 at 20:26

    Gostei da casa e principalmente dos carros na garagem.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: