A Perpétuo Júnior, no alto de Santana, é uma pequena e sinuosa rua que serve de ligação entre as ruas Dr. Zuquim e José Debiaux. Aqui é possível ainda encontrar alguns belos sobrados antigos, alguns bastante conservados e outros deteriorados como este localizado no número 152.

Apesar de estar em situação de penúria, com suas portas e janelas seladas com blocos, é possível notar que trata-se de um imóvel grande e bem construído. As janelas amplas revelam cômodos grandes e confortáveis e na sua entrada é possível notar dois lindos murais de azulejos servindo de decoração.

Segundo um vizinho, o maior problema desta rua e que empurrou alguns dos imóveis ali localizados à deterioração é justamente o fato desta rua servir como ligação a duas importantes vias do bairro, uma que sobe e a outra que desce para o centro de Santana. A proibição de estacionar carros na rua e a dificuldade de se encontrar um local para eventuais visitantes estacionarem seus veículos afugentou muitos dos moradores originais.

Qual será o destino deste belo sobrado ?

Confira outras fotos deste imóvel (clique na imagem para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento

Conheça o local através do mapa:

Visualizar São Paulo Antiga em um mapa maior

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Bruna Rienda 29/10/2010 at 11:56

    Que coisa! eu querendo menos que isso, e essa casa maravilhosa cheia de tijolos no lugar de janelas, o triste é pensar que talvez houve um tempo que essas casa poderia estar cheia, com uma grande famila, pois qual seria o motivo de se ter uma casa grande assim?

    Reply
  • Renata 31/10/2010 at 00:38

    É uma pena que este sobrado esteja tão deteriorado. Não digo em sua fachada que está até conservada, mas no interior dele. Dá para perceber que no segundo andar a pintura está totalmente desgastada, aliás, só tem praticamente cimento. Parece que o imóvel está abandonado há um bom tempo.

    Reply
  • Rosana Bacarini 02/11/2010 at 13:52

    Uns querendo e precisando…outros abandonando.

    Reply
  • Rafael Regis 20/04/2011 at 17:06

    O nome correto da rua que a Perpétuo Jr. liga com a Dr. Zuquim é José DebiEux. Sou morador da região e tenho acompanhado a desapropriação de vários imóveis para a construção de um túnel que faz parte do prolongamento da Av. Cruzeiro do Sul até a Av. Engenheiro Caetano Álvares no Mandaqui. Apesar do projeto já ter sido divulgado por alguns jornais, muitos moradores de Santana e das imediações ainda desconhecem o local exato por onde esse túnel passará. Provavelmente o imóvel da foto em questão será demolido para a construção do túnel. Agora é esperar e acompanhar o andamento das obras.

    Reply
    • rosangela 04/05/2011 at 19:58

      Rafael,os moradores das ruas,jose debiex,benvinda aparecida abreu leme,perpetuo junior,e arredores deveriam se unir para pedir a prefeitura mais atenção aquela região que está abandonada,fica até perigoso transitar a noite por la,casas abandonadas sendo invadidas,um cortiço caminhando para mini favela,sem plantio de arvores nestas ruas embora a secretaria de meio ambiente esteja plantando arvores em toda santana,calçadas esburacadas,tudo pixado.É preciso cobrar da prefeitura que se construa condominios populares como o singapura para estas pessoas,pois vai ajudalas e a todos que ali residem uma vez que os imoveis destas ruas tem uma baixissima avaliação comparada aos arredores como voluntarios,dr zuquim e demais.Isto é prejuizo para nós.Precisamos exigir uma definição da prefeitura sobre este tunel e liberar as areas que não forem afetadas a fim de que haja investimentos imobiliarios nestas areas.

      Reply
  • Simone 08/12/2014 at 01:05

    É muito triste ver esse imóvel desta forma, no início dos anos 1990 foi uma academia de bale, durante alguns anos eu e minha irmã frequentamos. Era um imóvel bem grande, espaçoso, com salas amplas onde dançamos muito.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: