Em certos momentos de nossas vidas ocorrem aquelas lembranças saudosas em que nos lembramos de algo de bom da nossa infância. Pode ser aquela história em quadrinhos que te marcou, alguma brincadeira e até mesmo aquela guloseima de tempos distantes que até hoje dá água na boca.

E se há alguma coisa que realmente tem aspecto e sabor de nosso tempo de criança e até hoje desperta um desejo muito grande nos adultos, é o famoso e saboroso sorvete americano.

Lembrança de muitos paulistanos e paulistanas esse fantástico e barato sorvete é até hoje muito procurado por aqueles que estão ávidos a se refrescar do calor ou mesmo apenas matar vontade e relembrar um autêntico sabor de infância.

Muito mais simples de fazer do que os sorvetes tipo italiano e com variados sabores, este tipo específico é feito a partir de gelatina, acrescido de açúcar e algum sabor, que pode ser dos mais tradicionais como uva, limão, abacaxi e morango aos mais exóticos como abacate e algodão doce. Este sorvete não contém leite em sua receita.

Detalhes do preparo – Sorvete Americano

A máquina de sorvete americano, consiste basicamente de uma plataforma balcão, geralmente com duas gavetas (uma para as casquinhas e outra para guardar o dinheiro), motor elétrico e condensador, além de uma torre que possui dois braços onde de cada lado são colocados de três a cinco garrafas (de acordo com o modelo) dispostas de ponta-cabeça que ficam com o suco preparado que irá se transformar no sorvete, em um processo que dura no máximo um minuto.

E todo sorveteiro dessa máquina tem suas ferramentas costumeiras para trabalhar. Uma caneca está sempre presente para coletar o que sobra de massa entre um sorvete e o outro, que é cortado da máquina para ser entregue ao cliente geralmente com uma pequena pá de sorvete. Não é raro uma ou outra abelha dar expediente próximo da máquina.

O preço médio da iguaria é de R$2,00 na capital paulista e apesar de parecer cada vez mais raro de encontrar nunca saiu de moda, sendo que máquinas novas e usadas são vendidas a preços salgados que variam de R$4.000 até mais de R$10.000 de acordo com modelo, capacidade ou se é nova ou usada.

UM ADORÁVEL CASAL DE SORVETEIROS:

A busca por este sorvete em meus trajetos costumeiros me levou a encontrar e conhecer um casal adorável que faz da venda do sorvete americana seu sustento. Carlos e Fátima estão aposentados e vivem há mais de uma década da renda de uma dessas máquinas.

Carlos e Fátima e ao fundo a máquina de sorvetes

O simpaticíssimo casal trabalha diariamente na entrada de uma pastelaria (outra tradição paulistana) da Avenida Dr. Eduardo Cotching na Vila Formosa. E o ritmo de trabalho em horários de grande movimento em um dia de calor é frenético.

De crianças a adultos todos param para consumir um ou mais sorvetes feitos pelo casal. A dedicação e atenção da dupla para com seus clientes é ímpar. Em pouco mais de 20 minutos que ficamos conversando com Carlos e Fátima, cerca de 15 sorvetes foram vendidos (três deles só para mim).

Carlos conta que todos os dias prepara a mistura do sorvete, saindo de sua residência no bairro da Penha para vender ali na Vila Formosa. Além dos sorvetes, o que mais me encantou foi a dedicação que ele e sua esposa empregam na atividade e o carinho que dedicam a cada cliente, seja na hora de servir ou para explicar incontáveis vezes cada um dos sabores. Especialmente, naquele dia, o curioso ˝céu azul˝ que nada mais é de um nome diferente para o tradicional tutti-frutti.

Preparando o sorvete!

Se estiver passando pela Vila Formosa, não deixe de prestigiar o Senhor Carlos e a Senhora Fátima, eles merecem!

Sorvete Americano de Carlos e Fátima

Av. Dr. Eduardo Cotching, 1909 – Na entrada da Pastelaria Brigadeiro
Vila Formosa

QUER COMPRAR UMA MÁQUINA ? SIGA ESTAS DICAS:

E você ? Quer comprar uma máquina de sorvete americano, seja para trabalhar ou até mesmo para ter em casa ? Então antes de comprar é preciso tomar algumas precauções, para não comprar gato por lebre e ter um grande prejuízo.

Há no mercado inúmeras marcas e modelos à venda, tanto novas como usadas. Apesar de serem mais bonitas e terem aquele incrível aspecto nostálgico, o maquinário antigo necessita de um cuidado extra ao comprar, pois costumam apresentar problemas que podem ser caros e complicados de resolver.

É o que explica Heloisa Madela, culinarista e autora da coluna Culinária Paulista aqui do blog São Paulo Antiga. Colecionadora de máquinas, utensílios de cozinha e de produção de alimentos antigos, ela sugere que o ideal é adquirir um maquinário novo, pois além de ter em mãos um produto com garantia, terá acesso a assistência técnica e facilidade de pagamento, apesar do valor mais caro.

Pois por outro lado, continua Heloisa, as máquinas antigas podem ser uma grande tentação devido ao preço mais convidativo, porém muitas delas à venda possuem peças que não dispõem mais de reposição. Normalmente, vendedores de máquinas usadas quando questionados sobre o funcionamento das mesmas, omitem alguns defeitos e alegam que falta apenas uma carga de gás, o que muitas vezes pode ser uma armadilha que esconde problemas maiores.

Servidos ?

Seu bairro ou percurso tem algum vendedor de sorvete americano ? Então deixe o endereço nos comentários para que possamos construir um guia da iguaria em São Paulo.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Mariana Duarte Monteiro Sposito 19/03/2018 at 19:56

    No extra do Taboão da Serra tem. Acho que custa 4 reais.

    Reply
    • NELSON 25/03/2018 at 01:00

      Sim…apesar do preco toda semana dou uma passada por la…so pra tomar o sorvete….

      Reply
  • Jorge Roberto Coelho Ferreira 19/03/2018 at 20:29

    Há tempos que não vejo desses sorvetes. Tomei muitos, mas hoje é difícil encontrá-los. Esse “sorvete americano” é, mais ou menos, como “pão francês”. Só existe aqui lá eles nunca ouviram falar. KKKKK

    Reply
  • Clara 19/03/2018 at 21:07

    Nossa, que vontade que deu agora de tomar um desses e relembrar.
    Certeza que vou dar uma passada lá na Vila Formosa pra prestigiar. 🙂

    Reply
  • J.C.Cardoso 20/03/2018 at 07:23

    Aqui no Rio isso é (era, pelo menos), vendido como “sorvete italiano” (e não americano)

    Reply
    • Douglas Nascimento 20/03/2018 at 08:15

      O italiano, ao menos por aqui, é o outro feito com leite e que parece com a casquinha vendida pelo Mc Donald´s

      Reply
  • Victor de Azevedo Antiqueira 20/03/2018 at 10:28

    quando eu era pequeno chamava de sorvete de abelha kkk era lotado delas em volta

    Reply
  • Laila Guilherme 20/03/2018 at 17:10

    Há uma máquina dessas na rua Oratório, perto do Cema, em frente a um ponto de ônibus.

    Reply
  • Bolívar Pinta Júnior 20/03/2018 at 19:10

    …/… ótimo registro !!

    Reply
  • Emerson de Faria 22/03/2018 at 10:37

    Esse sorvete realmente é uma relíquia de foi criança nos 70 e 80, juntamente com o geladinho, o biju, a raspadinha e os churros, todos cada vez mais difíceis de se encontrar por aí, como os salgadinhos vendidos a granel nas bombonieres de bairro. Quanta saudade…

    Reply
  • Helen Araujo 27/03/2018 at 11:17

    Que matéria agradável de se ler! Boas notícias… Bom trabalho!

    Reply
  • Elizete Torres 27/03/2018 at 22:13

    Na Rua da Mooca, perto da drogaria Sinete também encontramos um exemplar desta mágica máquina de sorvete. Fica na outro lado da calçada onde está a drogaria…

    Reply
  • Andréa 02/05/2018 at 22:06

    Eu vendo, e realmente, essas máquinas são caríssimas a manutenção, a minha é muito antiga, precisou de alguns “reparos”, não é somente o gás, so p a troca do motor gastei R $1.000, mais os registros que custam em media 50,00 cada e os vidros grandes/quadrados que são 100,00 cada.

    Interior de SP/Araçatuba – atualmente trabalhando no quintal de casa.

    Reply
  • WELLINGTON CESAR SOUZA PUERTA 03/07/2018 at 22:28

    Boa noite!Aqui em São Roque Sp,tem a mais de 17 anos de tradição.
    Temos a página no Facebook como Sorvete da Saudade.

    Reply
  • JULIANA LAURINDO 06/08/2018 at 20:18

    Eu vendo sorvete americano no Guarujá SP!!!
    Quando passar pelo litoral… Estaremos aguardando …

    Reply
  • Geraldo 28/08/2018 at 14:43

    Olá Meu nome é Geraldo Amorim, eu tenho uma máquina de sorvete americano em frente ao metrô Alto do Ipiranga – SP, Rua Dr Gentil de Moura, 300, trabalhamos de segunda à Sábado das 7.30 ás 20 hrs. Bela reportagem, abraços!!!

    Reply
    • Ela 29/09/2018 at 13:30

      Muito bom o sorvete americano no Geraldo. Além de pertinho do metrô Alto do Ipiranga, o sabor é muito bom. Também gostamos do capricho no jeito de tirar os sorvetes e da limpeza do local.

      Reply
  • Jose marcos 06/09/2018 at 22:01

    Perto do metro jabaquara; tem algum? Quem souber posta o endereço. Tks

    Reply
  • Ademir Terto 16/10/2018 at 12:15

    Tem sorvete americano na rua Barão de Jundiaí, número 88. De frente o terminal de onibus da praça José de Azevedo.

    Reply
  • Guaraciro 25/11/2018 at 11:54

    Tem no calçadão de Candeias Jaboatão dos Guararapes Pernambuco proxipra pizzaria Cecíliana.
    Cirorvete’s

    Reply
  • Saulo 09/12/2018 at 15:23

    na avenida doutor miguel vieira ferreira n 155 tem uma fica bem próximo do parque do planalto e do Plaza shopping de Carapicuíba é uma delicia e custa apenas 2,00

    Reply
%d blogueiros gostam disto: