A Cidade de São Paulo está sempre se mostrando como curiosa e surpreendente. Há algumas semanas atrás, recebemos a mensagem de um morador do Parque Guarani, em Itaquera, de que lá havia uma antiga casa de fazenda abandonada. Anotamos o endereço do local e fomos até o local.

Pois qual foi a minha surpresa ao constatar que o local não estava abandonado e nem era uma casa de fazenda, mas na verdade, um templo religioso.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

O templo, que nos remete a arquitetura dos tradicionais pagodes orientais, pertence a Igreja Tenrikyo. O tempo continua funcionando no local e a região é conhecida por ter sido residência de inúmeros imigrantes japoneses que, em sua maioria, optavam por cultivar plantações de pêssegos.

Até algumas décadas atrás havia no centro de Itaquera um cinema que só exibia filmes japoneses. Uma bela construção que não é comum de se encontrar pela cidade de São Paulo. Encontrar algo assim em Itaquera é no mínimo curioso.

Veja mais fotos do local:
Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Videira 03/10/2009 at 11:27

    Caro, parabéns pela iniciativa!

    Pois é, a região de Itaquera, na década de 1960, tinha uma grande concentração de imigrantes japoneses. Eles eram, na grande maioria, produtores de pêssegos. Itaquera chegou a ter até mesmo um cinema que exibia filmes em japonês. Possivelmente, esse imóvel deva ser dessa época.
    Abraço e sucesso!

    José Carlos Videira
    jornalista

    Reply
  • marta viana 03/10/2009 at 11:52

    Extremamente inteligente este trabalho de vocês, moro em Santos e é um ótimo lugar para esta pesquisa que normalmente faço com o olhar, pois adoro observar os detalhes dos imóveis e aqui em Santos é rico.

    Parabéns!

    Reply
  • jorge osorio 04/10/2009 at 11:47

    Otimo trabalho meu caro ouvi tua entrevista na radio band e resolvi da uma vizitada em teu site;Adoro este tipo de pesquisa atimiro casas e monumentos abandonados;Viajo muito pelo pais e vejo vistas maravilhosas de grtandes fazendas e usinas abandonada se lhe enteraçar lhe envio algumas fotos parabens pelo teu trabalho ???

    Reply
  • Roberto Pereira 06/10/2009 at 00:17

    Existe uma coisa nos templos abandonados que me emocionam e cativam mais do que os casarões e edifícios comerciais: é que, neste lugar da foto, passaram centenas de pessoas cujos antepassados ergueram este lugar.
    Gente que atravessou o planeta e que, do outro lado, fez de um novo país sua morada.
    O abandono deste templo é o sinal claríssimo de que essas pessoas não apenas abandonaram seus antepassados mas tudo o que significava suas origens, crenças e preceitos.
    Abandonar uma casa? Vá lá.
    Mas seu passado e origens? É um crime hediondo contra os mortos.
    Aliás, seria interessante dar um close naquele detalhe no alto do pagode: ali está registrado o símbolo do templo e, com sorte, possui algum detalhe sobre sua origem.
    Magnífico resgate!

    Reply
  • Bene 06/10/2009 at 18:02

    Amigo muito bom este trabalho
    só assim tomamos conhecimento do que esta se perdendo na cidade e graças a você poderemos ver algumas obras antes que elas se percam boa sorte
    e siga em frente. Você pode contar conosco abraço

    Reply
  • jorge martins 09/10/2009 at 08:01

    Em itaquera tinha a colonia japonesa, eram pequenas propriedades rurais (sitios) em torno de 15.000,00m2.

    Em uma delas havia uma criação de carpa onde uma familia japonesa fazia um tratamento com o sangue das carpas para tratamento de bronquite

    Reply
    • Daniel 01/05/2010 at 01:52

      criação de carpas??? deveriam ter ótimas relações com os judeus (a carpa é uma das espécies mais usadas para fazer gefilte fish)…

      Reply
    • maria silva 01/04/2011 at 12:57

      Por favor tenho um filho de 2 anos que sofre muitoi com bronquite por favor mande-me o endereço desta família japonesa que faz a cura da bronquite com sangue de carpa pois já há muito tempo procuro este local desta família japonesa que realiza a cura da breonquite através do sangue de carpa para cura de meu sofrido filhinho de 24 meses . por favor entrar em contato também por celular 9527-2031 e 7449-4455 por favor é muito urgente pois meu filhinho continua tendo constandes crises de bronquite e muitos medicamentos dados pelos médicos já não fazem mais efeito, temo muito pela vida de meu filho. grata mamães

      Reply
      • Fernando Gilliatt 01/08/2011 at 11:24

        Senhora Maria Silva,

        Na avenida Jacu Pessego existe o local onde havia essa criação de carpas. Hoje no local há um parquinho, lojas que vendem artigos pet e uma loja gigantesca que vende todo tipo de peixe (ornamental ou não). Por lá deve encontrar informação sobre isso mas sendo sincero, nao acredito que sangue de carpa algum vá melhorar a bronquite de teu filho. Bronquite é um processo alérgico dos bronquios e hoje a medicina está bem avançada qto a isso. Eu mesmo tinha crises terriveis de bronquite qdo pqno e hoje estou muito bem graças a tratamentos com alergologista.

        Reply
      • Eduardo 15/03/2012 at 15:21

        Maria, entendo a sua preocupação de mãe, mas não faça isso ao seu filho. Além de causar um trauma na criança, será completamente inútil. Meus pais, desesperados com a minha bronquite severa, me levaram para tomar sangue de carpa quando era criança. Até hoje lembro com repugnância da carpa sendo morta na minha frente e aquele gosto horroroso de sangue, que só me fez vomitar. Minha bronquite? Está aí até hoje (tenho 36 anos).

        Procure um médico de confiança, alergologista. Caso a medicina tradicional não esteja ajudando, procure um homeopata ou acupunturista. Coloque o seu filho na natação, que ajuda bastante. Bronquite não tem cura, mas tem controle, e muitas vezes desaparece ou diminui consideravelmente na adolescência.

        Esqueça essa ideia de sangue de carpa. É totalmente inútil e não fará bem algum ao seu filhinho.

        Reply
      • Jerusa 26/04/2012 at 00:38

        Acredito que vc não deva fazer isso com seu filho. Leve ele em um bom alergista. Minha amiga levava a menina dela quando pequena para tomar sangue de carpa, aquí na jacú pêssego, em um lugar chamado Aquário, mas a menina nunca sarou com esse tratamento. Foi preciso ir a um médico alergista, para poder melhorar. E com o crescimento a criança vai criando mais resistência a esta doença.Vá ao Aquario para conhecer a beleza do lugar não para fazer esse tratamento, que não adianta nada.

        Reply
  • Ricardo Queiroz Pinheiro 12/10/2009 at 07:53

    Além da excelente iniciativa de registrar os varios abandonos de São Paulo, temos aqui a oportunidade de exercitar a interação e juntar informações sobre a historia dos locais, como a informação acima sobre o grande número de japoneses em Itaquera na década de 60.

    Parabéns!

    Parabéns!!

    Reply
  • georges latif jr 12/10/2009 at 08:29

    Ola amigos,
    trabalho com restauração, e me comove ver cenas como estas,pela cidade de São Paulo.Acho que val e uma visita a cidade de santos, pois a situação por la é alarmante.Belíssimos imóveis sendo derrubados, historia que se perde e é esquecida rapidamente.
    abraços e parabéns
    Georges

    Reply
    • gabriel carvalho 08/04/2010 at 13:14

      Realmente, a cidade de Santos, uma das cidades mais antigas do pais, basta dar uma volta no centro para se deparar com várias construções antigas em estado de abandono. Ela é uma cidade turística, merecia extremo cuidado com o patrimônio histórico. Eu acho que, tirando as praias, a cidade de Santos é bem ‘feia’ rsrsrs

      Adoro esse site, e poderia colocar a cidade de Santos também, pois existe uma grande quantidade de construções que estão virando ruinas. Já tirei muitas fotos, gosto bastante tambem das construções antigas. Estou chateado com todo esse descaso com o patrimônio histórico.

      Um abraço a todos

      Reply
  • Rafael Vachelli 12/10/2009 at 11:32

    Meus parabéns pelo seu trabalho… o que mais me incomoda é que se tentarmos comprar um imovél destes o valor será astronomico, o interesse é sempre do LUCRO e não pela simples fato de manter a história viva… é uma pena… grande abraço e parabéns mais uma vez….

    Reply
  • Everaldo Silva 12/10/2009 at 13:35

    Itaquera ainda tem uma grande colonia japonesa e procurando devem haver outros edifícios e casas em estilo japonês. Este templo é de uma religião tradicional no Japão mas que ao longo dos anos perdeu adeptos para o catolicismo e outras reiões cristãs mais influentes no Brasil. É pena que ninguém ainda tenha se alertado para a importância deste imóvel … Espero que o trabalho de vocês venha a abrir os olhos da comunidade e de nosso govenantes pra preservar alguma coisa desse passado rico e múltiplo que tem a cidade de São Paulo.

    Reply
  • Ricardo Ribas 14/10/2009 at 14:22

    Parabéns pelo trabalho de preservação da memória e, ao mesmo tempo, agradeço a oportunidade de reencontrar, ainda que virtualmente, um ex colega do DCI, o José Carlos Videira.
    Aliás, o prédio onde funcionava a antiga redação do DCI, na rua Doutor Almeida Lima, na Móoca, está entregue a própria sorte, e apesar do pouco valor arquitetônico vale um registro pelo que aquele órgão de imprensa representou para tantos…No passado!
    Sucesso!
    Ricardo Ribas

    Reply
  • Sueli Benazi 05/11/2009 at 17:53

    Abandonar uma construção como essa é jogar poeira na própria memória de uma comunidade. Itaquera ainda tem uma colônia japonesa forte e um bairro inteiro que leva esse nome, mas sequer eles conhecem esse pagode que você registrou. Parabéns por sua dedicação a esse trabalho de resgate histórico tão importante.

    Reply
  • Niderce Teresa 01/12/2009 at 16:34

    Itaquera, em me lembro que em 1970 quando eu era criança, íamos com minha família comprar pêssegos e me recordo que a paisagem era muito bonita com aquelas plantações. Passaram muitos anos e nunca mais voltei, quando retornei há pouco tempo, somente edifícios e nada mais das plantações. Que tristeza! Niderce Teresa

    Reply
  • Silvio Luiz Antunes 05/12/2009 at 15:19

    Tive a oportunidade de ouvir parte da sua entrevista se não me engano na Radio Eldorado am, a idéia de isentar de iptu os casarões antigos é excelente e a sua iniciativa também.
    Outro dia um colega me disse que os unicos Bairros que se salvam na zona leste são a Mooca e o Tatuape, pelo jeito não é assim, é só descobrir a historia escondida na ZL como Você fez em Itaquera!
    Parabéns e sempre que puder estarei contribuindo com Sãopauloabandonada

    Reply
  • Arizete Aparecido Lourenço 25/01/2010 at 11:58

    O templo em epígrafe data da déca de 70, segunda metade, Sei do fato porque morava na mesma rua. Durante alguns anos moravam ali uma mais familias orientais e de tempos em tempos realizavam cerimônias. Posteriormente fiquei sabendo que as cerimônias não mais eram realizadas e somente agora, através desta reportagem soube do abandono pois não mais resido na referida rua.

    Reply
  • Vinicius Lima 22/02/2010 at 10:07

    Em Itaquera tem um Cemitério Japonês.

    Só não conheço a história dele.

    Reply
    • Lucas 11/12/2013 at 18:45

      Vinicius, você tem algum outra informação sobre este “cemitério japonês” em Itaquera (endereço, se ainda existe …)? Abraços …

      Reply
  • bispo carvalho 09/05/2010 at 16:52

    desejo reativar esta linda igreja,favor entrarem em contato,fone 011-
    7893.7320.
    igreja crista apostolica jerusalem
    nossso foco -evangelizar,desenvolver projetos sociais: educacionais,esportivos e culturais.
    aguardamos esta oportunidade,para ajudarmos a construir um mundo mais justo e perfeito,com paz e fraternidade.
    Que Deus abençoe os responsaveis pela decisão deste imovel,e a todos
    o quanto dele tomarem conhecimento.
    bispo carvalho

    Reply
    • Stefano 24/08/2010 at 15:29

      VISH sensacional, todo mundo falando de preservação de história, de símbolos, e o outro aí já quer tomar o templo e fazer uma igreja evangélica. BRRRRRR.

      Reply
    • Betty 18/04/2012 at 01:59

      Kami-sama!!!! Igreja evangélica não,seria legal restaurar e torná-lo um centro cultural nipônico!

      Reply
  • DJ Ranthom 26/05/2010 at 11:55

    Este prédio ainda pode ser recuperado, pior sorte tiveram as estações ferroviárias de Itaquera e Parada XV, que foram demolidas na gestão da Marta para prolongamento da radial leste, pois estas, dentre outras, foram desativadas, anos antes, e abandonadas pelo Covas e pelo Alckmin.
    Um completo absurdo, numa cidade cada vez mais congestionada, os ditos administradores desativaram várias estações ferroviárias que serviam a população desde o Carrão até o XV de Novembro, vale ressaltar que o comércio no entorno de algumas dessas estações acabou falindo, e que, a Radial Leste foi prolongada as pressas, com cruzamentos que mais parecem roletas russas.
    Absurdo Total.

    Reply
  • Patricia 04/07/2010 at 13:41

    Em Itaquera ainda existe alguns japoneses, tem uma “entidade” chamada Kodomo no sono (é mais ou menos isso) ,que está situada próxima ao cemitério do carmo,onde ainda tem vários japoneses. Nesta região ainda tem muitos sítios mas não de pêssegos e sim de flores. Trabalho em um colégio nesta região. Alguns sítios foram vendidos para algumas fábricas. Ah! o sangue de carpa ainda é encontrado no Aquário (Av. Jacu-Pêssego).
    Parabéns pela sua dedicação!

    Reply
  • Vitor 13/06/2011 at 08:32

    Este templo japones pertence a igreja Tenrikyo, ele não foi simplesmente abandonado ou equecido esse templo foi tranferido para um outro local, devido a urbanização da região deixando o local impropria para o plantio do pessego. Na poca do “abandono” vieram entidades ilustres para a cerimonia de transferencia de local, ao contrário doque muitos estão dizendo a construção para esse comunidade pouco importa oque mais importa são seus simbolos sagrados e Deus e seus antepassados.

    Reply
  • Zeist 12/01/2013 at 09:32

    O único porém é “…no centro de Itaquera…” Como assim centro? Existe centro de bairro? Ou vc está tomando Itaquera como uma cidade?

    Reply
    • DIRCEU BENTO DA SILVA 27/04/2013 at 00:33

      É claro que existe Centro de Bairro…(Incrível esse tipo de pergunta…)

      Reply
    • Agronopolos 04/08/2013 at 23:10

      Só para constar: todo bairro começou de algum jeito: esse local é normalmente chamado de centro local

      Reply
  • vanessa 19/06/2014 at 17:40

    oi, adorei a matéria pois morei minha infancia toda e ainda moro no Parque Guarani este templo todas as crianças achavam que era mal assombrado , em alguns comentarios percebi que que muitos acham que esse templo esta abandonado mas não está sempre teve moradores

    Reply
  • Viviane Tagashira 22/03/2018 at 11:31

    Bom dia, Douglas!

    A Tenrikyo é uma religião relativamente nova, possui 180 anos, portanto, não é muito comum encontrar matérias que não sejam da própria religião e das próprias igrejas. Parabéns pela iniciativa!
    A Igreja em questão atualmente está em processo de reforma, portanto, seria interessante uma matéria atualizada.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: