Inaugurado no já distante ano de 1938, o Túnel 9 de Julho é o mais belo dos túneis paulistanos ligando as zonas sul e oeste até a região central da Cidade de São Paulo.

A fotografia abaixo nos remete até meados dos anos 1950 quando o túnel, pouco após sua construção, estava no auge de sua beleza e exuberância:

É possível notar que o crescimento urbanístico desenfreado ainda não havia chegado até os altos da Avenida Paulista. Apenas casarões e o Belvedere destacavam-se sobre o túnel. Nem mesmo um dos mais antigos edifícios daquela avenida, o Dumont-Adams havia sido erguido (lado esquerdo da foto), o prédio do MASP só seria inaugurado em 1968.

A imagem atual, de 2010, foi tirada do mesmo ângulo que a imagem antiga, porém um pouco mais próxima. A passarela construída para permitir o embarque de passageiros no canteiro central da Avenida 9 de Julho, tornou impossível produzir a foto da mesma distância.

As árvores que naquela época ainda não existiam, hoje cresceram e também dificultam um pouco a visão do entorno do túnel, não deixando visível o MASP ou seu prédio vizinho.

Também na época não existia a ponte da rua São Carlos do Pinhal e nem a Praça Nagib Ganme que fica localizada entre esta rua e os fundos do mirante do túnel.

Imagens de duas épocas distantes entre si, mas que mostram o quanto São Paulo foi capaz de crescer em pouco mais de cinquenta anos.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe uma resposta

Comments

  • Ralph Mennucci Giesbrecht 30/11/2010 at 12:46

    Como sempre, o viaduto sobre o tunel e os prédios (além do MASP, horrivel) acabaram com a paisagem, que era quase bucólica.

    Reply
  • Renata 30/11/2010 at 14:49

    Nossa, quanta diferença. Comparando com hoje, em 1950 o local era muito tranquilo. E as casas davam um charme muito diferente dos prédios de hoje.

    Reply
  • Tarcisio 01/12/2010 at 09:51

    Carambam, que magnifica diferença. Essa cidade abandonada de Sampa, horrivel para se viver, aquilo sim era época boa. Sem a SPTRANS fudendo o transito diariamente, a gente podendo caminhar tranquilo pelas ruas, hoje em dia é só sair de casa e ja te enquadram pedindo grana.

    Da até raiva ver essas fotos antigas

    Reply
    • Liliane 15/07/2011 at 18:47

      Sem contar Tarcisio que aquele lugar agora fede merda o tempo todo.

      Reply
  • Mario Fonseca Ventura 01/12/2010 at 10:36

    O Túnel 9 de Julho representa o túnel da MANTIQUEIRA, onde se desenrolou o episódio mais importante do Movimento Constitucionalista de 32. Em má hora a então prefeita Marta Suplicy para agradar um médico que a operou achou por bem mudar o nome consagrado do TÚNEL 9 DE JULHO, o que não agradou à população que conserva o nome original do túnel até hoje.

    Reply
    • Mário 08/01/2013 at 23:23

      Também considero equivocada e infeliz a decisão da então prefeita Marta Suplicy em mudar o nome do Túnel 9 de Julho. Entretanto, não posso deixar de informar que o Dr. Daher Elias Cutait foi professor na Faculdade de Medicina da USP, na Santa Casa de Misericórdia e um dos fundadores do Hospital Sírio-Libanês. A homenagem se daria no ano de seu falecimento (2001), tendo aí o seu mérito. Já a escolha pelo consagrado túnel foi desastrosa, concordo. Abraço

      Reply
  • guilherme 21/03/2011 at 20:25

    pessoal dono do site eu gostaria e ficaria muito agredecido se publicassem uma foto do mesmo lugar em épocas diferentes só que com grandes diferenças e por favor com data

    Reply
  • Eduardo Aranha 19/04/2011 at 20:19

    Um aspecto retratado em 50 e que perdurou por muitos anos é a fonte de águas no canto esquerdo da foto. Infelizmente, foi demolida por uma miopia de um governo, que preferiu a sua destruição à sua preservação, em nome da impossibilidade de policiar o local. Ou coisa parecida. Seria bom se debater qual foi a verdadeira causa.

    Reply
    • Patricia 08/06/2014 at 00:09

      Nas laterais ainda existem os chafarizes, que hoje estão desativados, sujos e pichados. Eram muito bonito ver as águas jorrando da parede e da parte de baixo.

      Reply
  • osman.vieira 10/05/2011 at 10:10

    De fato, o Tunel 9 de Julho foi um marco na arquitetura urbanista da Capital. Veio diminuir um trajeto longo para se chegar ao lado sul da Capital. Devo lembrar que no topo do tunel tem um mirante que,à época, servia para observar o Vale do Anhangabau e parte do Centro. Nas laterais do Tunel havia chafarizes funcionando dando um aspecto bastante agradavel.

    Reply
  • osman.vieira 10/05/2011 at 10:19

    O tunel 9 de Julho era uma necessidade que foi percebida pelo então Prefeito Prestes Maia e que via em sua construção a diminuiçao da distância aos bairros jardins em implantação na época. Seu projeto foi monumental em conjunto com a construção da avenida do mesmo nome e canalização de um rio de fundo de vale e que mais tarde em conjunto com o riacho Itororó foi chamado de Anhangabau.

    Reply
  • Lucas Ribeiro Giantorno 01/08/2011 at 21:44

    Meu Tempo To Com 86 Anos

    Reply
  • Alexandre 02/08/2011 at 08:51

    naquela época a cidade era pensada no bem-estar e em pessoas, hoje, penso que o que prevalece é os carros e dinheiro, a qualidade se perdeu em algum lugar do passado recente.

    Reply
  • Nelson de Assis 11/07/2012 at 13:12

    Quando criança, banhava-me nas fontes da entrada do túnel. Eram dias felizes e de muito calor. Ninguém me perturbava pois, não havia vigilância no local. À noite, casais de namorados se encontravam no alto do túnel onde há uma espécie de varanda e, por lá, extravasavam suas paixões (amorosas e sexuais). Hoje e, pelo que vejo nas fotos atuais, toda a beleza do lugar foi violentada pelo progresso das passarelas e viadutos que escondeu as belezas naturais dos jardins suspensos do Túnel da Nove de Julho. Uma pena. Prefiro ficar com as imagens de minhas lembranças de criança.

    Reply
  • antonio machado 20/07/2012 at 17:27

    uma das mais belas obras de engenharia para a época

    Reply
  • Ricardo Mercado 24/07/2012 at 22:51

    A paisagem de 1950 sem dúvidas é muito melhor, fora que não tinha o MASP para enfeiar a paisagem.

    Reply
  • lidia 02/10/2012 at 18:23

    Não entendi o comentário abaixo, pelo que sei o Túnel da Mantiqueira fica no sul de Minas divisa com S.Paulo e não tem nada a ver com o Túnel 9 de julho. Qual foi o túnel que Marta Suplicy mudou o nome? Gostaria de investigar a informção abaixo:

    “Mario Fonseca Ventura

    01/12/2010 às 10:36

    O Túnel 9 de Julho representa o túnel da MANTIQUEIRA, onde se desenrolou o episódio mais importante do Movimento Constitucionalista de 32. Em má hora a então prefeita Marta Suplicy para agradar um médico que a operou achou por bem mudar o nome consagrado do TÚNEL 9 DE JULHO, o que não agradou à população que conserva o nome original do túnel até hoje”

    Reply
    • Mario Rinaldi 12/12/2012 at 14:09

      Vamos lá, sobre “Mantiqueira”, está errado, pois o túnel 9 de julho foi contruido em 1938, e a revolução de 32, bem, em 1932 🙂

      hoje o túnel se chama “Túnel Daher Cutait”, mas nas próprias placas oficiais tem o “túnel 9 de julho” logo abaixo do novo nome…

      fontes: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/infraestrutura/obras_viarias/tuneis/index.php?p=7890

      Reply
    • Nelson de Assis 12/12/2012 at 21:52

      Nunca irei aceitar outro nome para o “Túnel da Nove de Julho”, que não seja este. Caprichos e mimos de quem um dia administrou a cidade, não lhe dá o direito de mudar nomes de logradouros que, há muito tempo já está solidificado na memória de todos nós.
      Que me perdoe o médico Daher Cutait mas, uma simples operação (seja lá qual foi) realizada na então prefeita (sic), não lhe direitos à uma outorga tão expressiva.

      Reply
  • Diego Pollon 11/10/2012 at 14:31

    Percebe-se também que um ponto mais alto no meio do tunel, como uma “torre” já não esta mais lá também!

    Reply
    • Nelsom de Assis 20/03/2013 at 22:50

      Pois é, Diego. Tiraram sim. Acho que foi por conta do viaduto que passa por cima do túnel. Coisa de péssimo gosto. Tanto a retirada da torre quanto a construção do bendito viaduto que mais parece uma cicatriz, visto do alto.

      Reply
  • Roberto Garcia Morrone 01/01/2013 at 16:14

    Sensacional ver essa foto da década de 1950. Lembro que na década de 1970 não era muito diferente, da década de 1980 em diante, só foi piorando, infelizmente, não só nesse local, do Túnel Nove de Julho, como toda São Paulo, que virou mesmo uma cidade caótica, insuportável para se viver. Nasci em São Paulo, morei nela por cerca de 30 anos, mas infelizmente, ela virou um caos.

    Reply
  • j.elias 06/01/2013 at 00:58

    Na década de 1960, aquele avião que hoje está na Praça Campo de Bagatelle na zona norte, ficava um pouco antes da entrada do túnel na [não por acaso] Praça 14 Bis.

    Reply
  • josé wellington porto 25/01/2013 at 03:12

    Na década de 50, a velocidade dos veículos era menor e, em certas regiões de São Paulo, o trânsito era escasso. Muitas vezes, quando garoto, ainda na década de 50 e, logo depois, na década de 60, eu atravessei o túnel, em carros ou em ônibus, com a sensação de estar em uma viagem, semelhantes àquelas na Via Anchieta e outros lugares, com uma sensação de êxtase quando adentrava o túnel Nove de Julho. Aliás, qualquer garoto de minha idade, à época, sentia êxtase quando atravessava um túnel, com iluminação diferente, aguçando a imaginação por aventuras, em um tempo dominado por livros de aventuras e histórias em quadrinhos que nos atiçavam o gosto por viagens e realidades fantásticas… No final dos sessenta e começo dos setenta, vi “rachas” de carros e, ao adentrarem o túnel, outra sensação era produzida em nós…

    Reply
  • Renato 28/01/2013 at 11:07

    E novamente a demanda viária mal atendida destruindo um maravilhoso projeto.

    O viaduto acima do túnel é uma aberração arquitetônica incompreensível.

    Reply
  • Renato 28/01/2013 at 11:09

    É um dos lugares que eu mais gostaria de voltar no tempo para apreciar.

    A harmonia deste projeto com os bucólicos casarões da avenida paulista deveriam formar um cenário digno de horas de contemplação.

    Reply
  • Ayrton Buccelli Junior 20/03/2013 at 15:51

    Lembro-me, como se fosse ontem, que sempre pedia para o meu pai “passar pelo túnel”, pois eu ficava encantado com ele. O Túnel 9 de Julho (e para sempre TÚNEL 9 DE JULHO) está, certamente, na lembrança da minha saudosa infância…

    Reply
    • Nelsom de Assis 20/03/2013 at 22:51

      Pois é, Diego. Tiraram sim. Acho que foi por conta do viaduto que passa por cima do túnel. Coisa de péssimo gosto. Tanto a retirada da torre quanto a construção do bendito viaduto que mais parece uma cicatriz, visto do alto.

      Reply
  • Cibeles Serigi Leite Puglisi 12/05/2013 at 20:11

    Morando fora de São Paulo desde 1995, não sabia da mudança de nome do tunel.Creio que o motivo foi ideológico de um governo dito popular que quis apagar uma lembrança forte: a Revolução Constitucionalista de 1932 deflagrada e comemorada até hoje no dia Nove de Julho.Lembro de ter ido conhecer o tunel logo depois de inaugurado. Foi um fato inesquecivel!Era muito pequena e tive um pouco de medo.Ideologias não apagam a História mesmo porque ela se repete.

    Reply
  • Anônimo 17/11/2013 at 01:25

    A mudança do nome do túnel foi mais um dos muitos golpes dados para apagar e destruir o que restou da cultura e memória do povo paulistano e paulista. Como pode um Estado ser tão atacado pela própria federação?

    Reply
  • Emerson de Faria 14/02/2015 at 19:28

    Uma curiosidade sobre o Túnel 9 de Julho é que ele foi concebido para nele circular o metrô da Light jamais inaugurado. Se à época tivéssemos construído o metrô que segundo os planos da Light, eram bem maiores e mais ambiciosos que o atual, São Paulo com certeza seria outra cidade.

    Reply
%d blogueiros gostam disto: