São Paulo é uma metrópole fantástica, que se revela surpreendente a cada esquina. E foi passeando de carro pela Avenida Paes de Barros, no bairro da Mooca, que me deparei com um magnífico mural sobre São Paulo, totalmente desconhecido do grande público. Mas antes de mostrar, vamos falar um pouco sobre como foi a descoberta.

Crédito: Reprodução / Google

O edifício acima passa despercebido pela maioria das pessoas que trafegam pela Avenida Paes de Barros. É apenas mais um prédio entre tantos outros desta movimentada avenida. Porém, um dia parado no semáforo, observei que havia o que parecia ser uma grande pintura no corredor que leva a garagem. O semáforo abriu, os carros que estavam atrás começaram a buzinar e tive que seguir meu caminho.

Entretanto, na mesma semana, voltei ao local caminhando e observei que ali não havia apenas uma pintura. Existia, isso sim, uma verdadeira obra de amor por São Paulo. Toquei o interfone e pedi ao porteiro para conversar com o(a) síndico(a) e conhecer o espantoso mural particular.

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Fui gentilmente recebido pela síndica do edifício, Sra. Sonia Elias Vidal que prontamente me contou um pouco da história deste enorme painel de azulejos, colocado dentro de um edifício residencial. Outras informações me foram fornecidas pelos familiares do construtor.

Inaugurado em 1959, o Edifício São Raphael é um dos mais antigos desta região da Mooca. Foi erguido pelo espanhol Raphael Jurado, que idealizou a construção para suas cinco filhas e seu único filho homem que, posteriormente também seria construtor. Jurado, vanguardista, fez do Edifício São Raphael o primeiro desta avenida com elevador, e  quis colocar no edifício algo que mostrasse aos moradores e visitantes o orgulho paulista. Para isso, contratou o mais famoso artista de pintura em azulejos da época, o Atelier Artístico Moral, cujas obras estão espalhadas pela cidade de São Paulo e por todo o interior paulista.

No rodapé do mural a assinatura e o número de telefone.

No rodapé do mural a assinatura e o número de telefone.

Trata-se de um mural onde a mulher paulista divide a obra em duas épocas, à esquerda a São Paulo antiga cuja inspiração é uma das famosas aquarelas de José Wasth Rodrigues mostrando a Praça da Sé em 1859, e do lado direito a São Paulo moderna da época da inauguração do prédio, com uma imagem mostrando o Viaduto Santa Ifigênia e seus arredores.

Esta magnífica declaração de amor por São Paulo está muito bem cuidada pelo Edifício São Raphael, cuja síndica dá uma atenção toda especial a obra para que ela mantenha-se sempre limpa e bem preservada. São Paulo sempre nos surpreende, não é mesmo ?

Abaixo o mural visto de frente, clique na foto para ampliar para o tamanho grande:

Crédito: Douglas Nascimento / São Paulo Antiga

Nosso agradecimento ao construtor Raphael Jurado, que permitiu que neste edifício constasse um obra artística de tamanha importância para a cidade. São pessoas como ele que nos fazem amar ainda mais a nossa de São Paulo.

Conhece outras obras curiosas escondidas por São Paulo ? Deixe seu comentário.

Meus agradecimentos aos familiares de Raphael Jurado, Srs. Maurício e José Antonio Jurado que nos alertaram sobre os detalhes do edifício.

About the author

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, edita o site São Paulo Antiga e é membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP). Também edita o blog Human Street View, focado em comparações fotográficas entre a atualidade e o passado.

Deixe um comentário!

Comments

  • Nilton D’Addio 09/07/2013 at 10:37

    Coisa linda. Hoje, 9 de julho, um dia muito especial para se curtir as surpresas dessa nossa São Paulo

    Reply
  • Tadeu 09/07/2013 at 10:43

    Parabéns pela descoberta! E felicitações aos condôminos que mantem essa obra de arte com conservação impecável.

    Reply
  • Thiago Cruz 09/07/2013 at 10:45

    Passo sempre em frente ao prédio, meu sonho é ser morador dele e não imaginava que ali estivesse esta maravilha arte.

    Reply
  • Pedro Reis 09/07/2013 at 10:49

    Que espetáculo! Parabéns prá esse povo bacana e prá você pelo achado!

    Reply
  • Marco Elisei 09/07/2013 at 10:51

    Sensacional ainda bem que você parou no farol e viu essa obra a cada dia nos surpreendemos com a cidade se não se importa postei no meu blog com todos os devidos creditos para que outras pessoas possam ver magníficos parabéns pela matéria.

    Reply
  • Fabio Ramon Franco 09/07/2013 at 11:01

    Maravilhoso! Sou carioca, apaixonado por SP.

    Reply
  • Patricia Nogueira Rocha 09/07/2013 at 12:33

    Parabéns pelo trabalho, sempre compartilho as notícias interessantes de vcs!!!

    Reply
  • Alexandre 09/07/2013 at 12:54

    MA-RA-VI-LHO-SO!!

    Reply
  • Marina Nishida 09/07/2013 at 12:59

    Parabéns pelo achado!!!! Parabéns para o idealizador do projeto, o senhor portugués!!!! Parabéns para o realizador do projeto!!!! Parabéns para a síndica do condomínio e seus moradores por preservar a obra!!!!

    Reply
  • Fani Wasserfirer 09/07/2013 at 14:14

    Muito lindo!!! Valor inestimavel !!!

    Reply
  • João Telles 09/07/2013 at 15:01

    É muitíssimo importante dizer que este painel foi influenciado por duas telas de Vicente Caruzo, estas aqui: http://1.bp.blogspot.com/_vvrOHHU9OsA/TSHRz1BzwWI/AAAAAAAAAFE/eepuQRvj7qk/s400/Bfolhinha+5.jpg e http://i433.photobucket.com/albums/qq52/RICKY_1972/BLOG/CAR001.jpg Ele é uma espécie de junção das duas obras feitas em comemoração ao 4º centenário, em 1954.

    Reply
    • Rubens Caruso Jr. 09/07/2013 at 20:31

      Telles, obrigado pela referência. Há detalhes sobre as obras de Vicente e a família Caruso em http://www.pintorescaruso.com.br .
      Saudações!

      Reply
      • Marco Elisei 17/07/2013 at 14:22

        puxa vida sensacional esse mural que o Douglas achou a historia que ele contou, agora mais um achado gostei muito do site Rubens e achei sensacional as imagens das folhinhas de calendario; obrigado por compartilhar…..

        Reply
  • Samuel Paes 09/07/2013 at 15:31

    Muito bom, mas é uma pena que poucos curtem estas matérias, mesmo assim parabenizamos e continuem surpreendendo-nos com achados tão valiosos como este.

    Reply
  • sulapiesan 09/07/2013 at 17:00

    Parabéns pela descoberta e por compartilhar esse magnífico achado, mostrando uma das riquezas de São Paulo. Parabéns também à sindica pela sua acolhida a você e pelo exemplo de preservação.

    Reply
  • ANTONUI MACHADO 09/07/2013 at 18:39

    OBRIGADO PELA AULA DE HISTÓRIA, ESSE MURAL É REALMENTE MARAVILHOSO E PARABENS À SÍNDICA QUE CUIDA DO MESMO, COM TANTO CARINHO.

    Reply
  • Ediclea Miranda Orsi 09/07/2013 at 19:28

    muito bacana , tenho saudades do s.paulo muita recodações boas de infancia minha vó meu pai ,minhas tias ,primos irmã colegas de ferias ,agora prefiro ficar por aqui ,mas mesmo assim são paulo é a cidade que mais amo depois da minha que considero um paraiso

    Reply
  • Elizabeth Blanco 09/07/2013 at 23:41

    Parabéns! Sempre passo pelo local, já havíamos parado para admirar o mural e não conheciamos a história!

    Reply
  • Luciano 10/07/2013 at 02:31

    Meus parabéns pelo achado, meu parabéns a sindica e os condôminos do prédio por mantar essa magnifica obra de arte em estado impecável! Interessante observar que a pintura retrata o viaduto Santa Ifigênia ainda funcionando como via de passagem para veículos.

    Reply
  • Carlos Gama 10/07/2013 at 09:58

    Excelente – como sempre – Douglas.
    Admirável essa disposição e a continuidade de seu trabalho de descobertas e divulgação da história e das belezas de nosso Estado.
    Naturalmente o construtor do edifício (infelizmente ainda anônimo), os moradores do São Raphael e a síndica (senhora Sonia Elias Vidal) merecem compartilhar dos cumprimentos que fazemos a você pelo amor, respeito e dedicação a São Paulo.

    Reply
  • Lina 10/07/2013 at 14:57

    Este painel é lindo!!! Nós Portugueses temos muitos trabalhos em azulejos….painéis, edificios, igrejas etc.e o famoso museu do azulejo.Eu adoro tudo o que é azulejo.

    Reply
  • renata g. delduque 10/07/2013 at 19:28

    muito interessante, fiquei curiosa para saber o que ela tem na mão, não consegui decifrar

    Reply
    • Leandro donizetti 11/07/2013 at 01:03

      Acredito que seja uma ponta da bandeira, para mantê-la aberta.
      Abraços

      Reply
  • Marcello 12/07/2013 at 10:32

    Muito legal.

    Reply
  • Eduardo 12/07/2013 at 20:47

    Nossa que coisa linda! Orgulho de São Paulo!

    Reply
  • Marco Antonio Deprá 13/07/2013 at 12:22

    No norte do Paraná, muito influenciado pela cultura paulista, há alguns painéis do Ateliê Artístico Moral. Um deles – Colheita de Café – foi tombado como patrimônio artístico e cultural do município de Maringá. Ao contrário do painel do Edifício São Raphael, encontra-se abandonado e sem conservação.

    Reply
  • Márcio Otoboni 15/07/2013 at 14:39

    Imagine qtos outros “tesouros” deste naipe não devem existir pela cidade toda …

    Reply
  • Valeria 16/07/2013 at 15:10

    Meus padrinhos moravam neste mesmo Edifício São Raphael nos anos 60. Brinquei muito vendo este painel e minha família falava com orgulho dos feitos de São Paulo.

    Reply
  • Maria Dina de Oliveira Prata 21/07/2013 at 18:00

    Maravilha! Parabéns!

    Reply
  • Beatriz 22/07/2013 at 20:21

    Sou bisneta do Raphael Jurado que construiu o prédio e adorei a matéria.
    Só gostaria de retificar que na verdade o meu bisavô teve cinco filhas e um filho homem, totalizando seis filhos.
    Grata,
    Beatriz.

    Reply
    • Douglas Nascimento 22/07/2013 at 20:56

      Oi Beatriz, arrumado!

      Reply
  • Igor 01/08/2013 at 21:02

    Obrigado,
    O que você fez, não tem preço e deixou a minha Tia muito orgulhosa.
    Creio que qualquer outro sindico, em outra época, já teria retirado essa obra.
    Obrigado

    Reply
  • Isabel mandu 09/08/2013 at 18:45

    Nossa mto triste,mas o engraçado e que porque tantas crianças,naquele momento?nossa e realmente uma história impressionante, imagino o sofrimento de cada pais ali, e o legal que essa historia esta ai, para quem quiser ver, e o bom o teatro ainda existe! parabéns são paulo

    Reply
  • CLAUDIO 14/08/2013 at 18:49

    9 DE JULHO ,,DIA DE ORGULHO DOS PAULISTAS ..LUTAMOS CONTRA AS FORÇAS DO FACISTA VARGAS,,ESTAMOS FAZENDO UM BAIXA-ASSINADO AQUI EM RIBEIRAO , PARA TIRAR O NOME DESSE FACISTA DA AVENIDA PRESIDENTE VARGAS,,UMA DAS PRICIPAIS DA CIDADE,,TODAS CIDADES PAULISTAS DEVIAM FAZER O MESMO ..PQ HOMENAGEAR FACISTA COMO ESSE , AINDA MAIS A GENTE Q MORA NO INTERIOR ..ONDE TEVE COMBATES DESLEAIS ,,

    Reply
  • Getulio Ferreira 02/10/2013 at 22:44

    Douglas sou novo por aqui, e a primeira vez que visito este site, fiquei curioso, pois um amigo me mostrou a montagem sobre a Rua Libero de Badaró (porque sempre conversamos a respeito pois trabalhei nela quando jovem e por que o ano da foto e o ano do meu nascimento.) que foi postada por você neste site.e a partir dai estou a horas viajando e me deliciando com as fotos e os artigos que tem aqui.
    Sobre esta pagina morei também quando jovem na Vila Prudente e muitas vezes passei em frente a esse edifício,mas sempre de ônibus, e nunca tinha visto esse mural tão lindo e tão significativo para nos paulistas, mas ficou uma duvida, você disse ser a Praça da Se e a mim pareceu ser o Patio do Colégio.
    Parabéns pelo trabalho e a partir de agora serei seguidor da pagina.

    Reply
  • Fátima 08/10/2013 at 09:15

    Parabéns e obrigada por divulgar a obra e colocar os comentários, so assim para conhecer mais uma obra especial nesta grande cidade.

    Reply
  • Marcos Miquelino 24/10/2013 at 20:58

    Tenho 48 anos e morei na mooca quando criança nos anos 60 e 70, e lembro-me de um mural como este na Rua Ernestro de Castro esquina com a Piratininga onde funcionava um bar, tbm recordo que a mulher segurava a bandeira de são paulo e ao fundo tinha o viaduto Alcantara Machado era todo de azulejos tbm. Por favor de uma passada lá, quem sabe esta reliquia ainda esteja lá, pois hoje moro no interior e vou pouco para nossa Sampa querida…………………..

    Reply
  • Beatriz de Barros 02/11/2013 at 13:52

    Boa tarde! Sempre me preocupei com um mural de Clovis Graciano que fica no interior de uma loja na Rua Senador Paulo Egídio, 70. Ali já funcionaram uma agência bancária e um sebo, épocas em que não dava para apreciar a obra na sua totalidade. Ficava muito fácil escondê-lo atrás de prateleiras e balcões. Hoje é um empório e parece que os proprietários valorizam esse patrimônio. Mas ainda acho que é um milagre ele estar preservado, dada a rapidez com que os estabelecimentos comerciais em São Paulo trocam de mãos. Além do descaso como patrimônio histórico e do desconhecimento da importância da obra.

    Reply
  • Regina Albrectsen 18/11/2013 at 15:36

    Parabéns, Douglas Nascimento por essa fantástica descoberta. Tomei a liberdade de repassar a sua matéria, tamanha foi a minha alegria ao encontrá-la. Achei que outros internautas também devem saber disso! Um abraço.

    Reply
    • Douglas Nascimento 19/11/2013 at 11:45

      Muito obrigado, Regina

      Reply
  • Paulo 22/01/2014 at 23:59

    Conheço esse painel desde pequeno, e é uma honra ter essa arte na Mooca, parabens ao Douglas e Sra Sindica
    pela preservação. Abraços.

    Reply
  • Alexandre 17/02/2014 at 15:45

    Mais um mural localizado!
    Na rua Maria Miquelina, quase esquina com a Rua Maria Paula, há um restaurante por quilo conhecido como Casa Amarela, que funciona numa antiga residência de época. Na varanda, onde há mesas para se fazer a refeição, há um mural em azulejo do Atelie Artístico Moral, que retrada uma paisagem de praia de Caraguatatuba.

    Reply
    • Nilton D’Addio 17/02/2014 at 16:29

      Ô Alexandre, fiquei horas e horas andando pela região e não encontrei esse cruzamento. Procurei também pelo cruzamento das ruas Francisca Miquelina com Francisca Paula e nada de restaurante. Procurei também pelo cruzamento da rua Francisca Paula com Maria Miquelina e mais uma vez, nada encontrei. Acabei comendo uma churrasquinho grego e voltei para casa, sem encontrar o Restaurante Casa Amarela e seu belo mural.
      Qualquer dia desses vou ver se existe o cruzamento das ruas Francisca Miquelina com Maria Paula. Talvez seja lá. Depois dessa andança toda, posso por o almoço na sua conta?

      Reply
      • Lucas de Farias 15/03/2018 at 06:21

        Bem, meio tarde pra responder, mas acredito que seja na altura do número 66 da Francisca Miquelina. Procurei no Street View, então não posso confirmar. Quando for para aquela região, vou tentar passar por lá!

        Reply
  • Iglemaria 17/02/2014 at 18:17

    Sempre admirei este prédio, desde que moro na avenida, Mas nao sabia desse tesouro, parabéns. Os paulistas merecem esse prêmio, admiro muito esta cidade, uma paranaense. Paulista

    Reply
  • Iglê,maria 17/02/2014 at 18:23

    Sempre admirei este prédio, desde que moro na avenida, mas nao sabia do tesouro que abriga, maravilhoso, de uma paranaense paulista

    Reply
  • Jorge 18/08/2014 at 20:13

    Na parede interna portaria 1 da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo tem uma bela pintura, que acredito ser da época da Willys Overland.

    Reply
  • Pardo 22/02/2015 at 21:43

    O pior é que moro na Vila Zelina que é pertinho da Moóca, vira e mexe passo pela Paes de Barros, aliás, esse edifício não é um que fica perto do Shopping Capital???

    Reply
  • José Márcio 30/04/2015 at 15:10

    Fantástico! Uma grata surpresa. Descobrir obras assim nessa megalópole é como descobrir tesouros.

    Reply
  • Rodrigo Rocha 30/04/2015 at 18:24

    Sensacional! Sinto-me mal ao saber que já passei pelo menos 500 vezes a pé em frente ao Edifício (trabalhava perto da Caixa d’água e estudava no Camargo Aranha, fazia o trajeto a pé quase todos os dias) e nunca percebi.

    Reply
  • Cesar 02/10/2015 at 20:44

    Muito bonito, gosto muito de arte sobre azulejos, é muito comum aqui em Portugal. Quando miudo lembro-me de ver um grande mural retratando a cidade de SP em um resturarante na esquina da Celso Garcia com a rua Bresser (ou a outra rua, Broemer, acho que este era a nome) ali no Brás. Na última vez que passei por lá (de carro) tinham reformado o restaurante e não seu se manteram o mural.

    Reply
  • Dalton Brasil 15/02/2016 at 16:07

    Boa tarde, saberia dizer se Raphael Jurado é parente do famoso Artacho Jurado, da construtora Monções? Construtora que ergueu prédios em São Paulo (Viadutos, Planalto, Louvre, etc) e em Santos (Parque Verde Mar, Ensada e Nosso Mar).

    Reply
    • Pedro Martinez 19/07/2016 at 12:27

      Fiquei com a mesma curiosidade.

      Reply
  • Julio Bomfim 13/07/2016 at 00:26

    Existia um painel como este, mostrando São Paulo antiga e moderda (de então) num restaurante chamado API, na Rua Álvares Machado 26, no térreo do edifício da Associação Paulista de Imprensa. Freqüentei muito este restaurante com meus pais e me lembro bem do enorme painel de azulejos com muitos detalhes, inclusive retratando bondes de tração animal. Hoje o restaurante mudou de nome e muito provavelmente de proprietários. Nunca mais passei por lá. Alguém se lembra ou sabe se o painel ainda existe?

    Reply
    • Douglas Nascimento 13/07/2016 at 09:48

      Está lá sim! Em breve matéria só sobre este painel!

      Reply
      • Julio Bomfim 13/07/2016 at 09:57

        Que legal Douglas! Já estou ansioso, rs. Abraços e parabéns para a equipe do site que é sensacional.

        Reply
  • Thiago 23/11/2016 at 13:03

    Prezados! Orgulhosamente sou morador do edifício.
    Parabéns pela matéria!

    Reply
  • Airton de Oliveira 29/04/2018 at 21:13

    ORGULHO DE SER PAULISTA!

    Reply
%d blogueiros gostam disto: