Um dos bairros de nome mais bonito da Cidade de São Paulo, a Vila Esperança é um bairro basicamente residencial da zona leste paulistana.

Ali existem ainda um bom número de construções antigas que aos poucos vão sendo catalogadas aqui por nós, como o belíssimo casarão localizado na Rua Dr. Heládio.

É na Vila Esperança que existe também um tradicionalíssimo carnaval de rua já mostrado aqui no site. Ali também tem ótimas escolas, como o Colégio Olivetano.

Mas o que atrai nossos olhos no bairro são as inúmeras pequenas residências, bastante simples até, que existem espalhadas diversas ruas do bairro.

Muitos ao verem casas simples como esta questionam a necessidade de tê-las catalogadas aqui. Mas é o mais fácil de responder:

Casas assim são as mais vulneráveis a desaparecer, por não terem relevância arquitetônica e estarem em pontos distantes do centro, longe dos olhos dos elitistas membros do Departamento do Patrimônio Histórico de São Paulo, que ignoram a periferia com relativo desprezo.

Se por um lado eles não tem essa importância arquitetônica, por outro lado revelam muito do modo de viver de pessoas dos bairros paulistanos. Resumindo: toda casa conta uma história e portanto tem sua relevância para a identidade senão de uma cidade, ao menos de seu bairro.

clique na foto para ampliar

O bairro de Vila Esperança tem uma certa relevância para este escriba. Era o meio do caminho entre a casa de meus avós, na Vila Granada, e a minha escola na Vila Matilde.

Cruzava esta rua quase todos os dias no ônibus escolar e nos finais de semana no carro com meus pais. E me chama a atenção de que esta casa sempre esteve ali do mesmo jeito, salvo com as alterações na cor desde que me lembro, no mínimo desde 1980.

Destaque para flor na fachada que pode ser um simples ornamento ou o símbolo do construtor e que pode ser visto em outras casas do bairro.

Sobre o autor

Jornalista, fotógrafo e pesquisador independente, é presidente do Instituto São Paulo Antiga e membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP).

Deixe um comentário!

Comentarios

  • axellslade 29/04/2020 at 12:18

    Olá Douglas! Na Rua Azevedo Júnior, bem ao lado da Estação Pedro II do metrô, existe uma fachada de 1914 no número 216. Eu estive lá em algumas ocasiões e só na última pude percebê-la logo quando ia embora, então não tive oportunidade de perguntar à respeito. Sabe algo sobre? Obrigado!

    Reply
    • Douglas Nascimento 29/04/2020 at 12:24

      Olá, conheço a rua! Vou verificar em breve, obrigado pela dica.

      Reply
  • ROBERTO PADILHA 29/04/2020 at 12:38

    DOUGLAS EU NASCI NA VILA GRANADA, RUA AQUIRAZ EM 1941, ME LEMBRO BEM DESSE TIPO DE CASAS, PASSEI BOA PARTE DA MINHA INFANCIA NA VILA ESPERACAO, TODO FIM DE SEMANA LA ESTAVA EU NO CINE SAO SEBASTIAO, TOMANDO CAFE NA PADARIA DA ESQUINA. QUE SAUDADES.

    Reply
  • Talude 29/04/2020 at 12:42

    Ué, é um crisântemo? Será que era uma casa aonde residiam japoneses?
    Nunca vi casa com esse detalhe

    Reply
  • Taís Freitas de Souza 29/04/2020 at 12:50

    Amei esta matéria. É sempre bom ressaltar a importância do patrimônio histórico dos bairros, que é muito rico e interessante.

    Reply
  • Silvia Miloch 29/04/2020 at 12:56

    Onde moro há várias casinhas com esse enfeite: coração, flor, pentágono, bandeira. Sempre quis saber o motivo da escolha…

    Reply
  • Ronaldo Santanielli 29/04/2020 at 12:59

    Muito legal, morava bem perto, mas nunca reparei nessa casa, gostava de uma que fica perto do Passalacqua.

    Reply
  • Emerson de Faria 30/04/2020 at 15:44

    A casa é simples e singela, mas de muito bom gosto como eram as construções antigas, e a despeito de estar um tanto malconservada ela possui traços bastante relevantes.

    Reply
  • Ana Lia 03/05/2020 at 10:17

    quanto valeria hoje essa pequena casa (talvez o terreno é que vale ? ) se estivesse a venda ?

    Reply
    • Douglas Nascimento 03/05/2020 at 11:00

      Toda casa tem seu valor, mesmo que baixo. Recomendo consultar um corretor da região para ter um valor real.

      Reply
%d blogueiros gostam disto: